Presidente da Amop parabeniza Carlão Pignatari por eleição na Alesp

390
Antes da pandemia, Liberato Caldeira acompanhado por Carlão Piganatari e o Secretário de Logística e Transportes do Estado de São Paulo, João Otaviano Machado Neto.

Liberato Caldeira, representante da Associação dos Municípios do Oeste Paulista espera que as necessidades da região sejam apreciadas na Assembleia Legislativa.


A eleição do deputado Carlão Pignatari (PSDB) para presidir a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) na tarde da segunda-feira (15), visando a nova legislatura, repercutiu forte na região noroeste do Estado, entre as autoridades, Liberato Caldeira, Presidente da Amop (Associação dos Municípios do Oeste Paulista) contou ao Diário de Votuporanga sobre a importância de ter um representante local no centro do poder paulista. 

“Ficamos muito contentes com a eleição do Carlão Pignatari, foi uma conquista grande. Em nome da associação de municípios, que representa quase 80 municípios, quero externar nossa alegria em ter um representante da nossa região no comando da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo”, disse Liberato. 

Caldeira comentou sobre a importância da nova função de Pignatari para toda a região: “Na condição de presidente da Amop, esperamos uma grande força, esperamos conseguir uma facilitação na realização na pauta de necessidades da nossa região, como exemplo: terminar de asfaltar aquele trecho da vicinal Nelson Bolotari, entre Valentim Gentil e Votuporanga; terminar a rodovia Péricles Bellini; a terceira faixa da rodovia Percy Waldir Semeghini; a base da Polícia Rodoviária e o posto fiscal, balanças nas divisas de Estado, como na ponte rodoferroviária”, finalizou. 

Carlão Pignatari, ex-prefeito de Votuporanga/SP por duas vezes, foi eleito deputado estadual pela primeira vez em 2010, cargo que exerce pelo terceiro mandato consecutivo, além de ser líder do governo na Assembleia Legislativa. 

Para presidir a Alesp, Pignatari obteve 65 dos 48 necessários para se eleger e mantém o PSDB no comando da Casa por mais dois anos. O partido ocupa a presidência da Alesp desde 2007.