Prefeitura fará parceria com SESI para oferta gratuita de serviços esportivos a crianças e jovens 

104

Convênio de Cooperação Técnica está sendo elaborado para formalizar a parceria; inicialmente, o basquete será a modalidade oferecida.


O Secretário de Esportes e Lazer da Prefeitura de Votuporanga, Fabiano Gimenez, recebeu, na segunda-feira (15), o diretor regional do SESI – SJRP, Marcos Kapp, para uma visita técnica que resultará em uma parceria da Prefeitura com o SESI pelo programa Atleta do Futuro. A proposta é oferecer serviços esportivos gratuitos para crianças e jovens de 6 a 17 anos. Logo no início do governo, o prefeito Jorge Seba e o vice-prefeito Cabo Valter se reuniram com a coordenação regional do SESI para implantar ações como está no município. 

O convênio de Cooperação Técnica está sendo elaborado para formalizar a parceria. Inicialmente, o basquete será a modalidade oferecida. “Pelo convênio, o SESI oferece materiais e uniformes e a Prefeitura entra com os professores e os alunos. Desta forma, teremos um grande parceiro na formação esportiva das nossas crianças e adolescentes, especializado no esporte de alto rendimento e, com isso, aperfeiçoaremos ainda mais os nossos talentos”, disse o secretário de Esportes e Lazer. 

O programa Atleta do Futuro tem mais de 25 anos de história no SESI e promove formação e cultura esportiva. A proposta é contribuir para a garantia do direito de acesso ao esporte de qualidade a partir da metodologia elaborada pelo SESI-SP, que alinha o esporte ao desenvolvimento integral dos participantes. Ao promover formação esportiva, o SESI-SP permite que os alunos aprendam conteúdo e estratégias adequadas para cada faixa etária. “Ao difundir a cultura esportiva, a instituição permite que o aluno desenvolva uma relação na qual o esporte faça parte de sua vida, seja como praticante, espectador ou profissional”, segundo consta na proposta do programa. 

Durante as aulas, são abordados aspectos ou questões que marcam as diferenças no cotidiano dos membros de cada turma. A intenção é fazer com que o aluno aprenda a conviver com a diferença sem o preconceito.