Polícia Civil fecha laboratório de cocaína em Mirassol e dois homens são presos

325
Material apreendido em laboratório de cocaína em Mirassol — Foto: Divulgação/Polícia Civil

No para-choque do carro, os investigadores encontraram 33 tijolos de pasta base de cocaína e uma pistola alemã HK calibre 380, com munições e um silenciador.

Tijolos de pasta base de cocaína foram apreendidos, além de munições e arma — Foto: Divulgação/Polícia Civil

 

A Polícia Civil descobriu na noite da última terça-feira (17) um laboratório de cocaína em Mirassol (SP). A descoberta aconteceu depois da prisão em flagrante de dois homens, um de 25 e outro de 34 anos.

A prisão foi feita pela Polícia Civil do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de São José do Rio Preto (SP).

De acordo com a polícia, com a prisão deles foi desmontado um grande esquema de tráfico de drogas na cidade.

Os suspeitos foram abordados na Rodovia Euclides da Cunha entre Votuporanga e Tanabi. A dupla utilizava dois carros para o transporte de entorpecentes, sendo um dos veículos como escolta para avisar possível fiscalização da polícia

No para-choque do carro, os investigadores encontraram 33 tijolos de pasta base de cocaína e uma pistola alemã HK calibre 380, com munições e um silenciador.

No outro veículo, nada de ilícito foi encontrado, mas os policiais foram até a casa do motorista, no bairro Vale do Sol, em Mirassol, e encontraram três prensas hidráulicas usadas para prensar o entorpecente, vários quilos de produtos químicos para batizar a cocaína, apetrechos e outros objetos para manipular e preparar a cocaína.

Eles foram presos em flagrante e autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse de arma de fogo.

Pela quantidade de drogas e estrutura encontrada na casa, a polícia acredita que eles movimentavam uma grande quantidade de cocaína. Segundo a polícia, a droga apreendida poderia ser vendida entre R$ 700 mil a R$ 1 milhão.