Polícia Ambiental flagra corte de madeira nativa em depósito clandestino em Macaubal 

283

Responsáveis foram autuados em R$ 2.640,00; além de uma advertência administrativa por efetuar o corte de uma árvore da espécie “Jatobá”.


A Polícia Militar Ambiental realizava patrulhamento durante a Operação Pan Amazônica, nesta segunda-feira (11), quando durante fiscalização de um possível transporte irregular de madeira nativa acabou chegando até um depósito clandestino na área central de Macaubal/SP. 

No local, os policiais localizaram em um galpão diversas espécies de madeiras nativas, já serradas, em diversos cortes. Questionado, o proprietário teria contado que o material tinha vindo de propriedades rurais onde ele prestava serviço. 

Em seguida, os policiais flagraram uma árvore de grande porte da espécie Jatobá, sendo cortada, também sem autorização.

Diante das irregularidades foram lavrados um auto de infração ambiental no valor de R$ 2.640,00 – por ter em depósito madeira nativa sem autorização da autoridade competente e, uma advertência por efetuar o corte de um exemplar arbóreo nativo isolado da espécie “Jatobá”.