Polícia ambiental apreende pássaros silvestres e homem é autuado em R$ 28 mil

184

Flagrante ocorreu em Santa Clara D’Oeste/SP, indivíduo tinha intenção de levar as aves para o Estado da Bahia.


Um homem foi autuado em R$ 28.500,00 por caçar e manter pássaros silvestres aprisionados em uma casa na área urbana de Santa Clara D’Oeste/SP, nesta terça-feira (14). O suspeito vai responder em liberdade.

De acordo com informações, policiais militares ambientais realizavam patrulhamento, quando flagraram um indivíduo capturando aves da fauna silvestre nativa no interior de sua residência.

No local foi constatada uma gaiola contendo uma ave da fauna silvestre nativa da espécie Coleirinho-Papa-Capim, a qual estava sendo utilizada como “chama”, tendo em vista haver um alçapão acoplado e armado junto à gaiola.

Ainda na fiscalização, os policiais ambientais encontraram outras gaiolas e dois viveiros com diversas aves nativas aprisionadas, totalizando 32 Coleirinhos-Papa-Capim e 25 Canários-da-Terra-Verdadeiro.

Questionado, o suspeito afirmou que capturou todas as aves ali mesmo no quintal e ainda tentava capturar outras, com a intenção de levá-las para o seu estado de origem, à Bahia.

Diante do fato, o indivíduo recebeu o auto de infração ambiental “por apanhar espécimes da fauna silvestre nativa sem autorização do órgão ambiental competente”; sendo apreendidos os viveiros, as gaiolas e o alçapão, que ficaram depositados na Base Operacional da Polícia Militar Ambiental em Santa Fé do Sul/SP.

Posteriormente, as 57 aves foram avaliadas por um médico veterinário que atestou estarem em estado bravio e aptas para soltura, sendo então as aves reintroduzidas na natureza.