Papai e mamãe Noel têm casa, trenó e reacendem a magia do Natal em Votuporanga 

554

Dezembro é um mês que não só marca o final de um ciclo, ou seja, de um ano corrente, mas também traz consigo a magia do Natal, as decorações enfeitadas com luzes e simbologias que remetem ao nascimento do menino Jesus. Sem contar no clima de proximidades, de união familiar, de presentes, comidas, enfim um mês diferente.

Em Votuporanga/SP diversas pessoas se dedicam em decorar suas residências, em vestir-se de papai Noel e em fazer a alegria da criançada distribuindo guloseimas.

Por falar em diversão e um toque solidário, na noite de sábado (19) a locutora e apaixonada pela data, Sandrinha Nikolaz, moradora do bairro Pozzobon, realizou um evento solidário e abriu a porta da casinha de papai Noel e até o trenó que ela e Lucy, a mamãe Noel, construíram para receber crianças e adultos.

Claro que em tempos de pandemia da Covid-19, algumas alterações foram providenciadas, como por exemplo, o uso de máscara facial para adultos e crianças e, nem a intensa chuva que caiu no município diminuiu a alegria dos que prestigiaram o evento, e aproveitaram ainda para degustar o lanche que foi oferecido.

Ao Diário de Votuporanga, Sandrinha contou que é apaixonada pelo Natal desde os 5 anos de idade e, que agora já adulta aproveita o período para colocar em prática sua paixão, com uma pitada de solidariedade, “sempre gostei, assistia filmes de Natal e ficava encantada. Aqueles filmes americanos eram uma inspiração, eu queria uma casa como aquelas. Agora construí minha casa, a casa do papai Noel e o trenó”, concluiu o bom velhinho da zona norte da cidade.

E por falar em espírito natalino, Sandrinha finalizou “espero que essa pandemia logo termine e que as pessoas possam reencontrar seus familiares, abraçá-los com segurança e muito amor. E que cada pessoa, cada criança mantenha acessa dentro si o amor. Vamos transmitir o amor. Que seja um Natal de muita luz”. 

Quem quiser conhecer a casa e o trenó do papai e da mamãe Noel, fica na Rua Marcelino Pires Bueno, n°2329 (próximo a caixa d’água da SAEV).