Morre o fundador do Expresso Itamarati

897

Da Redação –

O empresário Affonso Oger morreu, aos 95 anos, na tarde da ultima terça-feira, 9, em Rio Preto. Um dos fundadores do Expresso Itamarati faleceu em casa, de causa não divulgada. A pedido dele, o corpo foi cremado no cemitério Jardim da Paz na quarta-feira, 10, mas restrito apenas para familiares. Ele deixa a mulher, Maria Ignêz Oger, as quatro filhas, Sandra, Adriana, Maria José e Maria Cristina, e seis netos.

Affonso Oger começou a trabalhar no transporte rodoviário de passageiros em 1951, com seu pai, o imigrante espanhol José Oger, e o irmão Clowis. Primeiro, eles compraram três jardineiras modelo Ford F-5, com a qual faziam a linha Rio Preto–Novo Horizonte, dando os primeiros passos na conquista da região noroeste do Estado. Nascia a empresa Oger & Filhos que, em 1960, alterou sua razão social para a atual. Aos poucos, a empresa foi crescendo e adquirindo novos veículos e novas linhas.

Ainda na primeira metade dos anos 70, a Itamarati assinalou outra página importante na história. Em 1973, pela primeira vez, os ônibus cruzaram o rio Paraná e fizeram a travessia para o Mato Grosso do Sul, ligando o extremo noroeste paulista com o caminho para a fronteira agrícola do Centro-Oeste brasileiro.

Foi na Rua Pedro Amaral, em Rio Preto, que tudo começou e atualmente é na avenida Tarraf que funciona a oficina/funilaria e a sede administrativa da empresa. Foi na década de 80 que o negócio de cargas teve seu início e o negócio de ônibus ampliou sua participação de mercado, através de um crescimento orgânico, conquistando liderança regional.

Na década de 1990, a empresa teve um grande crescimento no negócio de cargas bem como conquistou mercados mais atrativos, além de ter iniciado um processo de profissionalização.

A partir do ano de 2000, com a chegada do novo milênio, a Itamarati entrou numa das maiores transformações de sua história. O alinhamento de comando foi o passo inicial para o novo salto da empresa.

Em novembro de 2009 a empresa estendeu sua área de atuação, adquirindo novas linhas, sendo os itinerários: Porto Velho (RO) x Cuiabá (MT). Em janeiro de 2014, adquiriu a Empresa de Transportes Líder Ltda, sediada em Uberaba-MG, onde presta serviço no transporte municipal de passageiros. Em Rio Preto, compõe com a Circular Santa Luzia a Riopretrans, consórcio fundado em 2011 que opera o transporte público de Rio Preto.

O espanhol José Oger com os filhos Clovis e Affonso na década de 50.

(Fonte Diário da Região)