Medula “pega”, Eluana derrota a leucemia e comemora a vida

1178

Moradora de Monte Aprazível lutou por cinco anos contra a leucemia crônica e recebeu medula óssea do primo.

Após 19 dias de espera depois do transplante de medula óssea, Eluana Coutinho, 32, moradora de Monte Aprazível que ficou conhecida na web após publicar vídeos ressaltando a importância da doação de medula, comemorou junto à equipe médica do Hospital de Base de Rio Preto o resultado da cirurgia. O órgão foi doado pelo primo Marcelo Fernando, de 38 anos.

Com apenas 50% de chance de compatibilidade, familiares e amigos enfrentaram ao lado de Eluana dias de angústia e dúvidas, mas que não abalaram a fé da guerreira, que nunca desistiu de acreditar na cura da doença.

“Foram dias de muita luta até aqui e sim, junto com essa equipe maravilhosa nós conseguimos. E finalmente depois de 19 dias de espera, a super medula pegou! Sou grata a todos que estiverem em oração por mim. Marcelo Fernando, simplesmente te amo. Agora é o seu sangue que corre em minha veia”, disse Eluana em um texto publicado no perfil do Facebook junto com foto e vídeo de comemoração com a equipe médica.

Eluana está internada na unidade há 36 dias. Desde então, passou por processos dolorosos que fazem parte do tratamento, como vários dias de quimioterapia, alimentação parenteral e muitos efeitos colaterais como, vômitos, febre e inflamação da mucosa, além de fraqueza e queda de cabelo.

“É a prova de que para Deus e Nossa Senhora existe a cura. Não há mais palavras para descrever o sentimento de gratidão que foi essa bênção, é uma felicidade imensa”, contou Jaqueline Coutinho, prima de Eluana.

Apesar dos impactos da quimioterapia, o sucesso da nova medula óssea de Eluana ganhou destaque nas redes sociais. O perfil dos “Caçadores de Medula”, com quase 12 mil seguidores no Instagram, comemorou sua cura. Ela ainda não tem previsão de alta. (DL News)