Maioria da população japonesa segue contrária à realização das Olimpíadas

170

Pesquisa mostra que 57% não quer que evento, programado para 23 de julho, seja realizado.


A maioria da população japonesa (57%) quer que as Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio, marcadas para julho e agosto respectivamente, sejam canceladas. Além disso, 87% do público teme que a realização dos eventos levará a um significativo aumento de casos de Covid 19 no país. Esse são os números da pesquisa da Kyodo News, maior agência de notícias japonesas, realizada no último fim de semana.

O número de 57% das pessoas contra as Olimpíadas é menor do que registrado nas últimas pesquisas, mas ainda é bem significativa. Em março, por exemplo, 63% não queriam as Olimpíadas.

Um quarto da população, ou 25%, é a favor das Olimpíadas sem público e outros 12% acreditam que os Jogos têm que acontecer sim com torcida, desde que essa seja limitada. Assim, 37% é a favor dos Jogos, número maior que na pesquisa de março, que era 27%.

A pesquisa não oferecia a opção de adiar os Jogos novamente, algo que o Comitê Olímpico Internacional (COI) já deixou claro que está totalmente fora de cogitação.

Esses números são o exemplo mais recente de sentimento anti-olímpico no país anfitrião, onde as infecções por COVID-19 estão aumentando e nove prefeituras foram colocadas em estado de emergência em resposta à pandemia. O estado de emergência vai durar pelo menos até 31 de maio.

A pesquisa da Kyodo News também mostrou que 87% dos entrevistados estão preocupados com os Jogos, e a vinda de atletas, técnicos, oficiais e membros da mídia estrangeiros, levaria a uma maior disseminação do vírus no país.

*Com informações do globoesporte