Luxemburgo explica poupados e diz que Palmeiras não foca apenas na Libertadores

197

A maratona de jogos depois da paralisação das competições resulta em um desgaste físico inevitável para atletas de todas as equipes. No Palmeiras não é diferente, e a equipe entrou desfalcada no último domingo, no empate contra o Grêmio, por conta disso.

Depois da partida, o técnico Vanderlei Luxemburgo explicou que trabalha com os que estiverem mais inteiros para as partidas, mas descartou priorizar a Libertadores em relação ao Brasileiro em meio à sequência dura de jogos.

“Nós temos um jogo na quarta-feira pela Libertadores, mas eu sabia que o jogo de hoje era importante, e eu fiz as mudanças pensando em ganhar o jogo. Estamos preparando os jogadores para a Libertadores e para o Brasileiro. Não estamos focando só em uma competição, mas temos que trabalhar com os jogadores que estão menos cansados e ir preservando”, declarou.

Para o duelo contra o Grêmio, a equipe não teve Lucas Lima e Patrick de Paula, que ainda se recondicionam fisicamente. Além disso, Luxemburgo optou por deixar Wesley, Gabriel Verón e Luiz Adriano no banco de reservas, colocando o trio apenas na segunda etapa.

“Luiz Adriano e Verón ficaram no banco, entraram no jogo e conseguimos ter a possibilidade de melhorar o contragolpe, como aconteceu no gol. Não preservamos, mas estamos trabalhamos com o que tem para trabalhar. O Patrick não veio porque está vindo de uma recuperação de jogos seguidos e temos que recondicioná-lo. Está tudo sendo feito como tem que ser feito”, explicou o treinador.

A atual sequência é uma das mais exigentes fisicamente para os palmeirenses. A equipe saiu de um confronto duro contra o Bolívar, na altitude de 3640m de La Paz, pela Libertadores, no meio de semana e foi até Porto Alegre encarar o Grêmio no último domingo. Na sequência volta a viajar, desta vez para o Paraguai, onde encara o Guaraní na quarta-feira, e depois pega o Flamengo em casa, no próximo domingo.