Leitos de UTI da Santa Casa de Votuporanga atingem 100% de ocupação

2324

Em Jales, também se encontra próximo ao limite com 80% dos leitos de UTI para a Covid ocupados; pacientes que necessitarem de internação em UTIs de Votuporanga terão que ser transferidos para o Hospital de Base de Rio Preto

Hospital de Base em Rio Preto tem local exclusivo para pacientes com Covid-19.

A ocupação de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) com pacientes suspeitos ou confirmados com coronavírus começa a preocupar as autoridades de saúde das prefeituras de cidades da região, principalmente em Votuporanga e Jales.

Em Votuporanga (SP), os leitos para pacientes com doenças respiratórias graves estão com ocupação de 100%. Em Jales, que chegou a ficar com 100% de ocupação, está atualmente com pouco mais de 80%.

De acordo com as duas prefeituras, a opção será transferir os futuros pacientes para o Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP). Em Jales, a prefeitura disse que tem um contrato com uma empresa de Rio Preto que tem ambulância para fazer o transporte.

A Santa Casa de Jales tinha 100% de ocupação: os seis leitos de UTI estavam ocupados. Mas na última atualização, na manhã desta quarta-feira (3), um paciente foi levado para o quarto.

Já em Votuporanga, a prefeitura disse que para levar ao Hospital de Base, além da frota, está finalizando um contrato com uma empresa terceirizada para fazer a transferência.

A Santa Casa de Votuporanga tem 10 leitos de UTI e todos estão ocupados de acordo com o último boletim divulgado. O hospital atende 17 cidades da região.

Hospital de Base

De acordo com o Hospital de Base de Rio Preto, a transferência é organizada pelo próprio Estado. A Santa Casa ou hospital da região solicita a vaga e a transferência é feita caso tenha a vaga.

A direção do hospital está preocupada com a situação na região. O HB tem 18 leitos ocupados de UTI para pacientes com ou suspeita de coronavírus, sendo 10% do total.

“Estamos preocupados com a região, com a flexibilização que a população não está sabendo utilizar. Somos a retaguarda para a região, então isso preocupa. Cabe a população ajudar o serviço hospitalar”, afirma Jorge Fares, diretor do HB.

O hospital pretende abrir até o fim do mês mais de 300 leitos para enfermaria e outros 117 leitos para a UTI apenas para tratamento de Covid-19.