IVERMECTINA – Meidão sugere parceria entre a Prefeitura e Unifev para manutenção de medicamento

403

O presidente da Câmara Municipal de Votuporanga – vereador Mehde Meidão Slaiman Kanso está sugerindo que a Prefeitura promova estudos no sentido de firmar uma parceria com a Unifev para a produção do remédio Ivermectina 6mg para distribuição gratuita à população de Votuporanga.

“O remédio é uma droga muito segura, e que em 40 anos de uso em larga escala não teve registrado qualquer óbito relatado em consequência de sua toxicidade”, reforça Meidão.

De acordo com o vereador, estudo científico in vitro comprovou que o vírus SARS-CoV-2 causador da COVID-19 tem sua replicação viral inibida pela IVERMECTINA. “No Brasil as cidades que estão adotando a IVERMECTINA em larga escala estão diminuindo a taxa de mortalidade e o número de casos contaminados, sendo o melhor exemplo a cidade de Belém, capital do Estado do Pará. Médicos das mais variadas especialidades e localização, ressaltando-se a médica Lucy Keer e seu grupo composto por mais de 500 profissionais médicos das mais variadas especialidades, tem utilizado a IVERMECTINA com efeito preventivo e profilático, e principalmente nas fases 1 e 2 da infecção pelo Covid-19, com comprovados e eficazes resultado”, garante Meidão

“Esses profissionais através da experiência adquirida recomendam a distribuição gratuitamente da IVERMECTINA para toda a população brasileira, para ser tomada voluntariamente, interrompendo assim a pandemia”, destacou Meidão.

A IVERMECTINA 6 mg, na modalidade de medicamento genérico é vendida nas farmácias pelo preço de R$15,90 a caixa com 4 comprimidos, ou seja, R$3,97 o comprimido.

Meidão considera que a UNIFEV, por meio de seu laboratório de farmácia reúne as condições necessárias a fabricação de comprimidos de IVERMECTINA 6 mg, com redução significativa do preço final, por se tratar de instituição sem fins lucrativos.

De acordo com Meidão, a Prefeitura de Votuporanga recebeu recursos dos governos federal e estadual para o enfrentamento da Pandemia do Covid-19, que permitem a aquisição em larga escala de IVERMECTINA 6mg para distribuição gratuita a população.

“A celebração de parceria entre a UNIFEV e a Prefeitura de Votuporanga, em que uma produzira o medicamento e a outra adquirirá essa produção, e que a distribuição e utilização desse produto maciçamente pela população, reduzira drasticamente o numero de óbitos, a utilização de UTIS, de pacientes internados em enfermaria e principalmente de novos casos de contaminação”, destacou Meidão.

“Desta forma, apresentamos a presente propositura no sentido de que seja oficiado ao Poder Executivo, para que através da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Fundação Educacional de Votuporanga, estudem a possibilidade de produção do medicamento para que seja distribuído gratuitamente à população”, finalizou Meidão.