Hery questiona omissão do Poder Público na Saúde

464

O vereador Hery Kattwinkell fez duras críticas ao Poder Executivo na ultima sessão ordinária da Câmara ocorrida nesta segunda-feira (8). O parlamentar realizou um comparativo com cidades da região que estão com seus comércios abertos e apenas Votuporanga se encontra fechada.

“Em relação ao Decreto novo do senhor prefeito; Fernandópolis, Jales e Rio Preto e em toda a região o comércio está aberto, mas em Votuporanga se encontra tudo fechado. É interessante essa probabilidade que o Poder Executivo faz; nós temos na Santa Casa 15 leitos de UTI para tratamentos diversos, 10 leitos para UTI Neo Natal e foram criados 10 leitos pro Covid. Dez leitos para Covid numa cidade de 100 mil habitantes e o Hospital ainda é referência para 17 cidades com 200 mil habitantes. Será que o problema é o comércio ou a falta de estrutura na Saúde? Quantos respiradores o prefeito comprou? Nenhum! Em dois meses quantos leitos foram ampliados com capacidade de UTI? Nenhum! Em dois meses o prefeito decretou abre e fecha, tira casaco, põe casaco e nada para a Saúde”.

“Há 20 anos Votuporanga tinha uma população de 80 mil habitantes e aqui existiam o Hospital São Paulo, o Santa Catarina, a Casa de Saúde e a Santa Casa. Vinte anos depois nós temos Santa Casa e o Hospital Unimed. Critica-se tanto o governo do PT, que construiu estádios, que fez olimpíadas, isso e aquilo, mas se esqueceu dos hospitais. Temos que criticar as gestões municipais anteriores, que também construiu estádio, Parque da Cultura, mas se esqueceu dos hospitais. Faço um comparativo; estamos hoje (8) com 8 pacientes internados  e apenas 2 são de Votuporanga. Agora desses 8, 6 deles são de cidades vizinhas, que estão com as portas do comércio abertas, ah! e tem mais uma, não pode abrir o comércio de Votuporanga, mas a Área Azul pode faturar”, cobrou Hery.

“O comércio está para fechar suas portas definitivamente, ninguém aguenta mais. Por outro lado, a Polícia mostrou um registro dos últimos dias de três tentativas de suicídio, um consumado e dois que não obtiveram êxito. O pai de família está perdendo a cabeça. Agora, é muito fácil, você fechar o comércio, prejudicar o pai de família. (…) O que foi feito para melhorias da Saúde em Votuporanga? Não fizemos um Hospital de Campanha, não aumentamos leitos e nem respiradores. E sempre é você comerciante e a população que paga pela omissão e irresponsabilidade do Poder Público”, finalizou.