FPF desiste de levar Paulistão a outro Estado e suspende rodada do final de semana

265

Os clubes não quiseram ir à Justiça contra a paralisação do torneio; nova reunião está marcada para segunda-feira (22).


O Campeonato Paulista não terá jogos neste fim de semana, quando seria realizada a quinta rodada. A decisão foi informada aos clubes em reunião convocada pela Federação Paulista de Futebol, que não conseguiu viabilizar partidas em outros estados a tempo. O encontro virtual ocorreu no início da tarde desta quinta-feira (18). 

A FPF não descarta realizar as próximas rodadas em outros locais e se reunirá novamente com os clubes na segunda-feira (22) para discutir os próximos passos. A sexta rodada está prevista para o meio da semana que vem, e a sétima para o fim de semana seguinte. 

A possibilidade de acionar a Justiça para tentar uma liminar que autorize a realização de partidas em São Paulo foi descartada, por enquanto. 

Essa decisão foi levada a votação entre os 16 clubes da primeira divisão. Entre os grandes, só o São Paulo defendeu a judicialização, enquanto Corinthians, Palmeiras e Santos foram contrários. A votação estava empatada em oito a oito, mas a Ferroviária mudou o voto que decidiu pela desistência da ação. 

Além do São Paulo, Guarani, Ituano, Inter de Limeira, São Bento, Mirassol e Novorizontino queriam entrar na Justiça. Com o Corinthians, Palmeiras e Santos ficaram a Ferroviária, Ponte Preta, Santo André, Red Bull Bragantino e São Caetano. 

O Paulistão está impedido de ser disputado em São Paulo por decreto do governo estadual, que suspendeu todos os eventos esportivos até o dia 30 de março como uma das medidas para tentar conter a pandemia de Covid-19, em seu momento mais críticos no país. 

A federação tentou, mais de uma vez, convencer o governador João Doria a manter as partidas do torneio. Houve reuniões com o Ministério Público, avalista da decisão do governo, mas os argumentos não foram aceitos. 

A primeira opção foi buscar estádios em outros estados que pudessem receber os jogos. Houve aceno ao Rio de Janeiro, que recusou, e a Minas Gerais. Em MG, as negociações caminharam a ponto de a federação marcar São Bento x Palmeiras, que ocorreria na quarta, para o estádio Independência, em Belo Horizonte, mas o governo local também endureceu as regras e o jogo foi suspenso. 

Em reunião realizada na última terça-feira, os clubes sugeriram à Federação Paulista de Futebol que levasse o caso à Justiça caso as outras opções não surtissem efeito, opção que foi abandonada por enquanto. 

A suspensão dos eventos esportivos em São Paulo impacta em mais três rodadas do Paulista, a quinta, a sexta e a sétima, a primeira delas a que estava prevista para ocorrer neste final de semana.