Equipe médica da Santa Casa de Santa Fé se encontra em greve

362

Os atendimentos médicos da Santa Casa de Santa Fé do Sul estão parcialmente suspensos por conta da paralisação da equipe médica. Os profissionais estão em greve desde às 7h de ontem, sexta-feira, 1º. A categoria reivindica o pagamento de salários atrasados. Além de Santa Fé, o hospital atende outras cinco cidades da região.

Segundo comunicado oficial da Santa Casa, a paralisação começou “devido à falta de parte do pagamento referente aos plantões do mês de setembro até agora”, afirma a nota. “O motivo é que a prefeitura não repassou uma verba de R$ 180 mil”, completa o comunicado.

Enquanto isso, a população está sendo atingida. “Apenas atendimentos de urgência e emergência estão sendo feitos e os procedimentos necessários aos pacientes já internados”, esclareceu o hospital.

Durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 1º, o prefeito Ademir Maschio afirmou que devolverá a gestão da Santa Casa ao governo do Estado. Segundo a nota publicada no site da Prefeitura, o prefeito já buscou ajuda política para a questão.

Segundo a Prefeitura, até 2014 a gestão do hospital era de responsabilidade do Estado. O prefeito diz que, desde 2017, R$ 14 milhões e outros recursos foram repassados ao hospital, “este é um momento em que o município atravessa uma dificuldade maior”, disse.

 

Sobre os atendimentos suspensos, a Prefeitura pediu ajuda ao Departamento Regional de Saúde (DRS) 15 para encaminhamentos de pacientes para hospitais da região. O prefeito não mencionou quando deve repassar os valores alegados pelo hospital.