Empresário é preso em operação realizada pela PF para coibir diversos crimes 

406
Empresário de Jales é preso em operação realizada pela Polícia Federal de Campo Grande/MS — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos Santa Fé do Sul/SP. A operação investiga organizações de tráfico internacional de drogas e armas, evasão de divisas, falsificação de documentos públicos, tortura e outros crimes.


Um empresário de Santa Fé do Sul/SP foi preso em uma operação da Polícia Federal (PF) de Campo Grande/MS, na manhã de quarta-feira (15.mai). O objetivo do trabalho é investigar e combater organizações que atuam com tráfico internacional de drogas, armas e outros crimes.

O empresário foi preso em uma fazenda em Barra do Garças/MT. Em Santa Fé do Sul a PF cumpriu três mandados de busca e apreensão. Na empresa, na casa do investigado e também na casa do filho dele. A suspeita é que o empresário atuava na lavagem de dinheiro para o tráfico de drogas.

Segundo a PF, duas operações denominadas “Sordidum” e “Prime” estão ocorrendo de forma simultânea nos estados de Alagoas, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraíba e São Paulo, além do Mato Grosso do Sul.

São cumpridos 64 mandados de busca e apreensão, 25 mandados de prisão preventiva, 11 mandados de prisão temporária, sequestro de cerca de 90 imóveis identificados, bloqueio de bens e valores. A investigação gira em torno de 80 pessoas e empresas envolvidas.

O grupo investigado utilizava “doleiros” na fronteira do Brasil com países vizinhos, além da criação de empresas de fachada, negócios dissimulados e intermediários. Essa era uma das formas de movimentar bens e valores.

O grupo investigado remetia drogas a países da América Central. A estimativa da PF é que em três anos de investigações, pelo menos 6 toneladas de cocaína foram transportadas pelos suspeitos.

*Com informações do g1