Em Votuporanga, Gaeco cumpre mandados em operação que apura desvio de recursos destinados para compra de respiradores na região

1670
Foto: João Selare/TV TEM

Mandados de busca e apreensão foram realizados em escritórios de advocacia de Votuporanga/SP e em outros municípios; Ação investiga o desvio estimado em R$ 8 milhões destinados ao combate da Covid-19.

Uma operação para apurar o desvio de verbas destinadas ao combate da Covid-19 está sendo realizada em cidades do noroeste paulista.

A ação é realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), Baep (Batalhões da Polícia Militar do Estado de São Paulo) e Ministério Público em Votuporanga/SP, Palestina/SP e São José do Rio Preto/SP.

Operação deflagrada investiga o desvio estimado em R$ 8 milhões, que seriam destinados para a compra de respiradores.

NOTA
A Secretaria da Saúde e o Município de Votuporanga informam que não estão envolvidos na operação realizada pelo Ministério Público, nesta quinta-feira (17/12).
Importante esclarecer que o Município não adquiriu respiradores e que os três existentes foram cedidos pela Secretaria da Saúde do Governo do Estado de São Paulo, sendo dois portáteis (um na UPA e um no Mini Hospital “Fortunata Germana Pozzobon”,) e um ventilador pulmonar para leito, que está no Mini Hospital “Fortunata Germana Pozzobon”.
A Secretaria da Saúde torna público que todos os atos, licitações, contratos, receitas e despesas relacionados à Covid-19 estão disponíveis no Portal da Transparência e à disposição e conhecimento da população. Ele pode ser acessado por meio da página inicial do site da Prefeitura de Votuporanga.