Dado concede a Carlão Pignatari a “Medalha 8 de Agosto”

283
Momento da entrega da honraria

 

Carlão durante seu pronunciamento

O prefeito João Dado concedeu na tarde de ontem, na Sala Cinema Cultural, no Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali” – Parque da Cultura, a honraria “Medalha 8 de Agosto” ao ex-prefeito de Votuporanga e atual deputado estadual, Carlos Eduardo Pignatari.

João Dado em sua justificativa, disse que este é um momento impar na vida do município.  “Carlão, que é um filho da terra, foi prefeito de Votuporanga por 8 anos e  deputado estadual, atualmente em seu terceiro mandato, com muitos anos de prestação de serviços, não só para Votuporanga como também para toda a região”. Veja a integra da honraria:

Através do decreto número 11.911, de 9 de janeiro de 2020, ficou decidido:

“Considerando os relevantes serviços prestados pelo prefeito municipal Carlos Eduardo Pignatari no período de primeiro de janeiro de 2001 a 31 de dezembro de 2008, aos quais promoveu notável crescimento e desenvolvimento do município e melhoria na qualidade de vida do povo votuporanguense. Considerando a importância para o município de Votuporanga e toda a região noroeste paulista, pelos esforços e resultados positivos advindo do mandato parlamentar do deputado estadual Carlos Eduardo Pignatari no período de 2010 até os dias de hoje. DECRETO: Fica concedida a Medalha 8 de Agosto ao Senhor Carlos Eduardo Pignatari pelos relevantes serviços prestados ao município de Votuporanga.”

Após a entrega da Medalha, Carlão realiza seu pronunciamento e o inicia, agradecendo ao Promotor Público Eduardo Martins Boiati. “Na época do meu primeiro mandato de prefeito eu tive um grande apoio do Ministério Publico. Eu não tinha a mínima noção das regras de direito administrativo; na época fomos grandes parceiros e conseguimos grandes  conquistas”, afirmou.

Carlão teceu elogios ao diretor presidente da Fundação Educacional de Votuporanga, Celso Penha Vasconcelos, e citou o aumento de candidatos no vestibular deste ano, num claro compromisso com gestor da instituição e também ao provedor da Santa Casa de Votuporanga, Luís Fernando Góes Liévana, que na opinião do homenageado, tem realizado há muitos anos um excelente trabalho na frente daquele Hospital.

“Votuporanga é uma cidade diferente e que se destaca a cada dia. O prefeito João Dado fez um trabalho administrativamente excepcional. Ele é muito duro nas decisões politicas e acaba arrumando briga pelas redes sociais, mas é um bom gestor, uma pessoa, que faz o bem para a nossa cidade. O Dado, como eu, temos estopim curto, com jeitinho o sujeito faz o que quer com a gente, mas não vai na marra não, que vamos ter problemas”, disse Carlão.

“Eu tive o prazer de ter sido prefeito quando ainda não existiam as redes sociais. Neste espaço, a grande maioria que está ali são covardes. Não tem coragem de falar o que pensam na frente das pessoas e publicam no Facebook qualquer coisa. Eu fico impressionado, hoje na Assembleia Legislativa o parlamentar quando vai voltar, consulta antes sua rede social para ver o que o povo pensa a respeito; isso é uma coisa impressionante. Somos em 94 deputados, só existe um deputado lá que tem patrão, sou eu, todos nós temos mandatos, mas eu tenho patrão. O governador manda eu sou obrigado a cumprir, afinal de contas eu aceitei ser o seu líder daquele local”, disse e prosseguiu, “Nunca na Assembleia um líder de governo teve tanta autonomia, como eu tenho no governo Doria. Hoje nós temos rubrica própria para liberar emendas aos deputados. É a liderança do governo que faz, mas nunca houve isso no Estado. O governador me deu um “X”, e disse: ‘essa rubrica aqui é para liberar recursos para os municípios’. Isso faz com que os projetos do Governo caminhem e melhore a vida das pessoas”.

Hospital Veterinário

Carlão disse que a Prefeitura entrou com o terreno, o Estado vai construir. “E eu espero que o custeio seja feito pela Fundação Educacional”, disse e acrescentou que o presidente da entidade ainda não sabia disso (risos na plateia).

“Eu sou um deputado distrital, você não vai me ver andando em São José dos Campos,   eu só ando em volta da minha casa e é assim que a gente tem que fazer . Eu fui prefeito e o Dado era deputado, ele ajudou muito nossa cidade. Tinha horas que eu dizia, é muita coisa pra Votuporanga, dê um pouco aos outros municípios; ele gosta daqui e enviava recursos, por isso que eu e o Juninho fizemos uma boa gestão. Nós tivemos o Dado como deputado durante 11 anos”, lembrou.

“Deputado é o seguinte: existem 94 em São Paulo, e um queijo que tem ser repartido entre todos. Se a região não tiver o seu representante para ir lá e pegar o seu pedaço e trazer para a região, o município não vai ser beneficiado. Ou você acha que o cara de Sorocaba vai trazer recurso para Votuporanga ou para Alvares, Macaubal, Valentim, Mira Estrela, não vai não. A nossa região nessa ultima eleição, eu não posso dizer isso mas, foi a primeira vez que votou errado, nós tínhamos nove deputados, hoje temos apenas dois estaduais, eu e o Itamar, sete perderam a eleição. Isso enfraqueceu muito a nossa região. Como vocês acham que saiu a duplicação da Euclides da Cunha naquela época? Foi a pressão dos nove deputados, independente se eram da oposição ou situação”, lamenta.

“A deputada Janaina teve 36 mil votos em São Jose do Rio Preto, se juntar os quatro candidatos daquela cidade, eles não tiveram esse numero de votos e não se elegeram. Pra você ver como é uma onda da pseuda mudança, a nova politica de nova, não tem nada”, afirmou entre palmas.

“Existem políticos ruins, lógico existem. Outro dia eu estava no Ministério Publico e num determinado momento em que discutíamos um projeto de lei, o Promotor disse que eu deveria respeitar o Ministério Publico. Eu disse que ele deveria me respeitar porque eu sou submetido a concurso a cada 4 anos, e ele havia apenas uma vez e ainda fica no cargo por 30 anos. Tem muita gente boa na politica, como também no MP, mas tem muita gente ruim nesses e em outros setores”, lamenta.

“Eu estava me informando sobre Paraisópolis, ali só existem bandidos, aqueles bailes funks só serve para vender droga; das nove pseudas crianças que morreram pisoteadas todas, foram apontados por exames toxicológicos com a presença de drogas. Ali é um lugar onde o PCC tomou conta. Eu fui conhecer é impressionante, ali não tem santo não, deve ter gente boa, mas quem comanda é o trafico. Eles não querem a policia nem a prefeitura por lá”, afirmou.

Carlão encerrou seu pronunciamento afirmando que Votuporanga e região merecem todo apoio. “Contabilizamos em 2019 um repasse de R$600 mil para as escolas, além de recursos de R$70 até R$300 mil. As associações de pais mestres vão determinar o que fazer com esses recursos. Eu acho que estamos avançando. Nós temos um longo caminho para ser percorrido neste ano. Eu costumo sempre dizer, a disputa eleitoral vai até o dia da eleição, quem ganhar vai cuidar da prefeitura e quem perder vai pra casa trabalhar. Se não fosse assim a gente não teria essa paz. Estamos num grupo politico há 20 anos reconstruindo essa cidade, pessoas que tem suas discordâncias, mas que tem também um objetivo só, que é melhorar essa cidade”, finalizou.