Chandelly pede suspensão de corte de água durante a pandemia

208

Medida chegou a ser vigente em Votuporanga/SP no início da pandemia, no ano passado. No final de fevereiro, prefeitura decretou suspensão do corte do fornecimento de água para comerciantes, como uma medida de auxílio.


Na última segunda-feira (15), durante a 8ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Votuporanga/SP, o vereador Chandelly Protetor (Podemos), apresentou uma indicação e encaminhou ofício ao prefeito Jorge Seba (PSDB) solicitando a suspensão do corte de água e religação dos pontos de distribuição com fornecimento já interrompidos no município durante o enfrentamento da pandemia de Covid-19. 

Chandelly que presidiu a sessão, que marcou por ser a primeira 100% remota e transmitida pelas redes sociais, enfatizou que “Tem muitas residências que estão com a sua água cortada. Fiz um ofício encaminhando ao prefeito e a Saev pedindo a religação nessas casas, pois, como que essas famílias fazem a higienização de suas residências? Como que uma família que está com a água cortada faz sua higienização pessoal? Talvez, ela não pagou a conta por falta de emprego, de oportunidade, de renda. Está na hora de pensar nessas pessoas. Religuem para que eles tenham a dignidade de se cuidar”. 

Medida chegou à ser vigente em Votuporanga no início da pandemia, no ano passado, por meio de decreto do Executivo. 

No final de fevereiro a Prefeitura de Votuporanga determinou a suspensão do corte do fornecimento de água para comerciantes, como uma medida de auxílio aos empresários que enfrentam dificuldades em razão das medidas mais restritivas impostas no enfrentamento da pandemia.