VotuSolidária encerra atividades com agradecimentos à comunidade

847

 

A Polícia Militar foi uma grande aliada ao projeto

Sessenta Toneladas de alimentos foram distribuídos para a as famílias carentes de Votuporanga

O médico Luciano Melo idealizador do projeto VotuSolidária utilizou de sua página pessoal do facebook neste domingo para oficializar o fim da campanha e o fez com vários agradecimentos.

“À Família Galera que nos cedeu o prédio da Real Pec sem custo e ainda pagou pelas contas de água e energia durante os 60 dias de duração do projeto. À Polícia Militar que buscava as doações nas casas; a entidades assistenciais que realizam trabalhos semelhantes continuadamente; agradecer a diretoria da ONG que me apoiou em todos os momentos; ao professor Toninho e Fabinho da New Arts; a gerente Marilza Simioli e o seu marido Alício, ‘esse projeto não teria sucesso sem vocês’; a Tahita Tatiana (administrativa), ‘você nos profissionalizou’; ao Emerson, ao Alexandre (jurídico), Carlos Eduardo que em uma semana levantou um cadastro de todos os beneficiados; a todos os voluntários; a Renata, esposa do vice prefeito Renatão e principalmente a minha esposa Geminiana”, publicou o médico.

O fim do projeto aconteceu após o prefeito João dado ter notificado extrajudicialmente os organizadores da ONG, alegando que a Secretaria da Saúde está fazendo um monitoramento de toda a população de idosos com mais de 60 anos para proteger esse segmento, com orientações para que não exista acesso às suas residências de pessoas estranhas à Secretaria da Saúde. Dado ainda alegou que as doações pela Ong deveriam ser apenas de cobertores novos, como forma de evitar qualquer tipo de contaminação de todos os colaboradores e igualmente daqueles que vão recebê-los.

O médico Luciano Melo lamentou em vídeo postado na ultima sexta-feira que foi uma grande pena porque o projeto já havia Beneficiado muitas famílias. “Nós não podemos ter segurança jurídica, isto é uma notificação do senhor Prefeito em que ele finaliza dizendo o seguinte: ‘O não atendimento da presente notificação, ensejará na tomadas das medidas administrativas e judiciais’, ou seja, nós da VotuSolidária corremos o risco de responder judicialmente por querer ser solidário”, lamentou Melo.

A campanha em dois meses arrecadou e distribuiu 60 toneladas de alimentos, além de utensílios de limpezas, vestuários, principalmente agasalhos e cobertores.