Secretaria de Direitos Humanos e Fundo Social recebem kits de absorvente íntimo para serem repassados às mulheres em vulnerabilidade social 

267

Doação foi feita pelos alunos do curso de Publicidade e Propaganda da Unifev; mais de 300 kits foram montados.


A Secretaria de Direitos Humanos e o Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura de Votuporanga receberam mais uma importante doação para ser repassada às mulheres em vulnerabilidade social.

Foram doados mais de 300 kits de absorventes íntimos descartáveis. O repasse foi uma iniciativa dos alunos do curso de Publicidade e Propaganda da Unifev (Centro Universitário de Votuporanga). 

A universitária Fernanda Rossi Ribeiro explicou que a arrecadação teve como objetivo atender à adolescentes e mulheres que possuem falta de acesso a produtos básicos para manter uma boa higiene no período da menstruação (cujo termo é utilizado como pobreza menstrual). “Entramos em contato com a Secretaria de Direitos Humanos, que prontamente nos motivou a iniciar a campanha, pois o respectivo perfil das pessoas que gostaríamos de atender encontraríamos aqui”, falou. A campanha recebeu o nome de “Siga o fluxo: combate à pobreza menstrual”. 

Debora Sanches, também estudante, disse que a campanha envolveu todos os alunos dos demais anos de Publicidade e Propaganda. “Nem todas as pessoas têm acesso a esse item de higiene. Ver a solidariedade de todos foi algo cativante”, falou. 

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade de Votuporanga, Rose Seba, elogiou a iniciativa. “Já recebemos muitas doações de diversas áreas. Saber que existem jovens engajados nas causas sociais e de iniciativa inédita faz a gente acreditar num futuro melhor”. 

O secretário de Direitos Humanos, Emerson Pereira, informou que os absorventes serão distribuídos para o público atendido da pasta, assim como também para os que procurarem o Fundo Social de Solidariedade. 

“Muitas mulheres precisam dos absorventes íntimos e não têm recursos econômicos para adquirir o produto. Já presenciamos em nossa Secretaria alguns episódios onde adolescentes e mulheres não tinham o absorvente e se sentiram constrangidas. Além disso, também iremos incrementar os kits de produtos de higiene pessoal para as mulheres em situação de rua ou que precisarem para internação clínica”, falou.