Região é coberta por nuvem de fumaça de queimadas do Pantanal, diz Cetesb

181
Nuvem de fumaça em cima da região noroeste paulista — Foto: Divulgação/Cetesb

Essa camada de poluentes está sendo transportada para o norte e noroeste paulista e deve começar a se dispersar a partir de segunda-feira (12).

 

Foto registrada na tarde de ontem em Votuporanga — (Foto Caio Nascimento – Diário de Votuporanga)

Votuporanga (SP) registrou na manhã desta quinta-feira (8) uma grande nuvem de fumaça, deixando parte da cidade “nublada”. Segundo a Cetesb de São José do Rio Preto, a fumaça é proveniente das queimadas no Pantanal.

“As regiões de Votuporanga, Araçatuba, Rio Preto, Catanduva, Araraquara, Ribeirão Preto e Marília foram atingidas por uma densa camada de poluentes atmosféricos provenientes do Pantanal, no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A gente observa que esta densa camada de poluentes está impedindo a radiação solar. Estamos cinco ou oito vezes mais poluentes no ar do que o tolerável pela OMS”, afirma o engenheiro sanitarista da Cetesb José Mário Andrade.

A Cetesb forneceu uma imagem de satélites que mostra uma densa camada de poluentes. O tom amarelo e vermelho indica a intensidade de partículas, chamadas de aerossóis gerados pelas queimadas do Pantanal.

Essa camada de poluentes está sendo transportada para o norte e noroeste paulista e deve começar a se dispersar a partir de segunda-feira (12).

A Defesa Civil orienta medidas protetivas para o organismo e diz que vale até usar a máscara contra o Covid, que serve também como filtro contra essa poluição. Em casa fechar as portas e janelas e colocar pano úmido nas frestas.