Pianista Gustavo Bombonato Delgado mostra seu talento em turnê pela Europa

144
Gustavo Bombonato o talentoso pianista votuporangunse que conquistou o país agora ganha o mundo!

“O mundo é nosso palco. A vida é nossa arte, nossa música. Nós somos os músicos. Protagonistas que somos, devemos escolher o que queremos tocar e apresentar sempre um show inesquecível! Ouça… faça da vida um belo espetáculo musical!” (Maykira)

Ao redor do mundo, reverencia-se o talento do músico Votuporanguense Gustavo Bombonato Delgado.
Músico diferenciado, pianista, compositor e também acadêmico da Acilbras, com 22 anos de carreira e 36 anos de idade, vem se tornando um líder da música no país e agora segue conquistando mundo inteiro!
Com muita criatividade e experiência incontestável consegue além de composições inéditas, transformar antigas músicas dando a elas novos contornos, mantendo consagradas as características de Gustavo como autêntico músico brasileiro.
Gustavo Bombonato recebeu nesta semana o convite para realizar com o seu trio de jazz diversos concertos pelo Norte da Europa. No repertório do trio o público poderá conferir temas de jazz consagrados como: Round Midnight e Autumn Leaves, além de muita Bossa Nova e alguns sambas estilizados.
DV: O que mais te motiva e quais os músicos que mais te inspiram?
GB: “Meu combustível como compositor é o baterista brasileiro Realcino Lima Filho “Nenê”, que já gravou e acompanhou nomes consagrados da música popular brasileira, como: Elis Regina, Milton Nascimento e Hermeto Pascoal. No exterior sou fã do pianista americano Geoffrey Keezer.”
DV: O que significa esse convite para você como pessoa e para a sua carreira?
GB: “Esse convite é de um valor exponencial imenso, pois através dos shows os ouvintes poderão conhecer as obras autorais de Gustavo Bombonato possibilitando interesses em futuros concertos, aulas ou workshops.”
DV: Seu talento já é reconhecido no país, como é para você ainda tão jovem ser reconhecido na Europa?
GB: “Ser conhecido na Europa é sinal de reconhecimento na música instrumental brasileira. Sigo compondo a mais de uma década sobre ritmos brasileiros de grande representatividade, como: O Frevo, Baião, Maracatu e Partido Alto. Poder levar para a Europa, em países do primeiro mundo minhas músicas refinadas é algo gigantesco, uma trajetória conquistada dia a dia com muito estudo, disciplina e amor pelo que faço!”
Além de ser um super músico e pianista, Gustavo é um ser humano de uma alma bondosa que reluz a distância. Emocionado ele agradece: “É uma dádiva ter a benção de um convite para uma turnê pela Europa em tempos dificílimos (pandemia) nesse momento da minha carreira, só posso ser grato!

(Andrea Anciaes)