Pedreiro mata colega a facadas e espera a polícia para se entregar 

358
Foto: Reprodução

Acusado alegou que havia discutido com a vítima por causa de um valor em dinheiro; caso foi na madrugada desta quinta-feira (31), no bairro São Rafael, em Araçatuba/SP.


Um pedreiro de 29 anos matou um colega a facadas e aguardou a chegada da Polícia Militar para confessar o crime, na manhã desta quinta-feira (31.mar), em Araçatuba/SP. O homicídio ocorreu durante a madrugada, no quintal de uma residência, na Rua José Madrid Martin, no bairro São Rafael.

A vítima é o também pedreiro Francisco Nerisvan Costa Silva, de 34 anos. Ele e o acusado moravam no imóvel junto com outros colegas. Antes do crime, o acusado contou para os PMs que ele havia ingerido bebida alcoólica e drogas. Depois disso, os dois (vítima e acusado) teriam discutido por conta de um valor em dinheiro. 

O acusado então relatou para a polícia que, como o colega entrou para um quarto, após a discussão, ele então foi até a cozinha, pegou uma faca e atacou o colega assim que ele saiu do referido quarto. 

Segundo boletim de ocorrência registrado pela Polícia Civil, Nerisvan após ser ferido, caminhou até o quintal, onde caiu desacordado. O acusado contou ainda que se aproveitou que o colega estava caído e ainda deu vários pisões na cabeça dele. 

O acusado aguardou ao lado do corpo pela chegada da PM. Ao chegar no local, os policiais se depararam com Nerisvan já sem vida e o autor do crime com as roupas sujas de sangue. A faca usada no crime foi apreendida no quintal da casa vizinha. 

O IC (Instituto de Criminalística) realizou perícia no imóvel. O corpo de Nerisvan foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico. Já o acusado foi preso em flagrante e ficará à disposição da Justiça.

*Informações/SBT Interior