Mulher é multada em mais de R$ 100 mil por maus-tratos e cativeiro de aves silvestres em Mirassol

188

Segundo a polícia, foram encontradas 30 aves silvestres sem anilhas em 24 gaiolas. Animais foram encaminhados ao Zoológico de Rio Preto/SP.


Uma mulher foi multada em mais de R$ 100 mil por maus-tratos e manter aves silvestres em cativeiro em Mirassol/SP, na quarta-feira (14).

De acordo com as informações da Polícia Militar Ambiental, a equipe recebeu uma denúncia e fiscalizou uma casa da cidade.

No local, foram encontradas 30 aves silvestres sem anilhas em 24 gaiolas. Do total, seis animais estavam debilitados, em gaiolas sujas, sem iluminação e ventilação.

Ainda segundo a polícia, foi elaborado um Auto de Infração Ambiental (AIA) de R$ 19,5 mil por manter as aves silvestres em cativeiro e sem a autorização do órgão ambiental competente. Outro auto de infração também foi elaborado por maus-tratos a animais, no valor de R$ 90 mil.

As aves foram apreendidas e encaminhadas ao Zoológico Municipal de São José do Rio Preto/SP. Lista das aves: 1 guaxe, 1 coleiro baiano, 1 sabiá do campo, 1 sabiá barranco, 1 vira bosta, 1 tziu, 1 tico-tico do campo, 1 trinca ferros, 1 bicudo, 3 coleirinha papa capim, 3 saís andorinha, 4 tipios, 5 tico-tico, 6 canários-da-terra. 

*Com informações do g1