Moradores de Nova Granada, que adotou pulseiras para pacientes com Covid, são multados por descumprirem isolamento social

400

Desde o início do mês de março, pacientes com suspeita ou diagnóstico confirmado de coronavírus devem usar uma pulseira de identificação em Nova Granada/SP. Multa aplicada foi de R$ 300.


Dois moradores de Nova Granada/SP foram multados em R$ 300 por descumprirem o isolamento social depois que a prefeitura adotou pulseiras para identificar pacientes com Covdi-19. Ambos tinham testado positivo para o novo coronavírus. 

Desde o início do mês de março, pacientes com suspeita ou diagnóstico confirmado de Covid-19 devem usar a pulseira de identificação na cidade. A medida é para identificar pacientes que desobedecem ao protocolo de ficar isolado. 

O morador que procura por atendimento com sintomas do coronavírus recebe uma pulseira amarela. Ela indica a necessidade de se manter o isolamento até o recebimento do resultado do exame. 

Caso o resultado do teste seja positivo para Covid-19, o paciente é obrigado a usar uma pulseira vermelha. As duas só podem ser retiradas com autorização médica. Mesmo com a pulseira, é obrigatório que se cumpra o isolamento social. 

De acordo com a secretária de Saúde de Nova Granada, Quézia Corrêa da Cunha, os dois moradores que foram multados usavam pulseiras vermelhas. 

“Um foi trabalhar. O outro saiu de casa para ir em um comércio. Os moradores viram a pulseira vermelha e fizeram a denúncia. A multa foi aplicada para os dois”, diz em entrevista. 

Nova Granada decidiu adotar as pulseiras de identificação para impedir que os moradores infectados pela doença descumprissem o isolamento social. 

“Tivemos uma diminuída considerável na quantidade de pessoas infectadas. Adotamos medidas mais restritivas, mas as pulseiras fizeram com que os moradores pensassem antes de saírem de casa”, afirma Quézia. 

Ainda segundo a secretária de Saúde, autoridades de outras cidades da região entraram em contato com Nova Granada para perguntar sobre a medida. 

“Acho que foi muito válida nossa decisão. Moradores continuavam andando pela cidade mesmo com resultado positivo de Covid-19. Porém, começou a ficar visível com as pulseiras”, afirma Quézia. 

Na última terça-feira (6), as pulseiras de identificação também começaram a ser colocadas em moradores de Tabapuã/SP com suspeita ou diagnóstico positivo de Covid-19. A medida também foi decretada pelo município de Paulo de Faria/SP. 

*Com informações do g1