Morador de General Salgado faz primeira tatuagem para incentivar vacinação contra Covid-19: ‘Braço está pronto’, diz jovem 

1167

Noriel Henrique Ramos de 26 anos teve a ideia de tatuar no braço o local exato para receber a dose da vacina CoronaVac.


Parafraseando a nova versão de “Bum bum tam tam“, de MC Fioti, a “vacina envolvente mexeu com a mente” de um estudante de direito de General Salgado/SP. Ele tatuou no braço esquerdo o local exato para receber a vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo. 

Noriel Henrique Ramos conta que mora com um amigo tatuador quando, no domingo (24), teve a ideia de marcar na pele a vacina que representa a esperança de muitos brasileiros. 

“Foi minha primeira tatuagem e fiz para incentivar a vacinação, porque algumas pessoas têm ficado com medo. Quem sabe a tatuagem ajuda as pessoas a perceberem que podem ser vacinadas e que tudo isso pode acabar o quando antes”, diz. 

Noriel afirma que pretende se imunizar quando puder e que considera a vacinação importante, já que a própria mãe, de 43 anos, foi diagnosticada com a Covid-19. 

Segundo o estudante, Ademarcia Ferreira Ramos teve febre, dor de cabeça, dor de garganta e nos ouvidos. Ele afirma que os rins também foram atacados durante o diagnóstico da doença. 

“Foi um susto, mas minha mãe está se recuperando. Graças a Deus ela não precisou ser hospitalizada e está fazendo a quarentena em casa, mas ela ficou muito mal. Não é brincadeira”, ressalta. 

O diagnóstico da mãe fez com que ele tivesse coragem de fazer a tatuagem não planejada e de incentivo, ainda de acordo com o estudante. 

“Graças a Deus, a pior fase da doença já passou. Já eu pretendo me vacinar. O braço está pronto e a vacina já tem lugar marcado”, afirma. 

*Com informações Heloísa Casonato / G1