MEMORIAL DE MACEDÔNIA

2210
  • HISTÓRICO –

 

A ORIGEM –

Macedônia localiza-se na região Oeste do Estado de São Paulo, a uma altitude de 500 metros em relação ao nível do mar, de clima quente, com temperatura média de 27º e a precipitação anual é da ordem de 700mm.. Na região da Alta Araraquarense, poucas cidades tem surgido oriundas da vontade de um só homem, ou de planejamento urbanístico de organização imobiliária, ocorrência comum na Alta Paulista. Muito antes dos trilhos da FEPASA (antiga Estrada de Ferro Araraquarense), chegarem a nossa região, este sertão já estava semi povoado tendo por eixo a estrada boiadeira, matriz da nossa civilização, foi ela quem pontilhou de pequenos núcleos, alguns deles já desaparecidos, o caminho hoje já percorrido pelas composições da ferrovia. Entre os primeiros moradores desta vasta região, onde está o município de Macedônia, houve um egresso de aldeamento de índios do outro lado do Rio Grande, margem mineira. O senhor ANTÔNIO CHAPÉU, nome e apelido, que a tradição guardou, este antecedeu no córrego da Estiva, os seus antigos moradores: João Inácio, Onofre Jacob, João Lalau, Gabrielzinho e Nicola Princi. O primeiro morador do Pádua Diniz foi o senhor Marcelino Máximo. Na fazenda que se destacou o Patrimônio de Macedônia, o primeiro residente, aí chegado em 1918, foi o preposto de René Ferreira Pena, Manoel Valentin Gonçalves, que abriu com seu carro de bois, as primeiras estradas. Nas margens do Capituba, ou Barro Preto, só existiu dele a posse dos Marianos. Com Manoel Valentin Gonçalves, vieram também Bertino e Quincão, primeiros habitantes da margem direita do Córrego Anhumas. O precursor da fundação de Macedônia foi, entretanto, Inocêncio de Paula Eduardo, fundando na sua fazenda, o Patrimônio de ECATÚ, tentativa que abandonou, segundo consta, pela dificuldade da obtenção de água no lugar em que abriram as primeiras cisternas.

FUNDAÇÃO DO POVOADO

 

Foi então que por volta de 1945, para atender o movimento de arrendatários da Fazenda Santa Cruz, de propriedade do Coronel João Cândido, Aristeu José Alves montou uma casa de negócios na baixada da nascente do Capituva, pouco acima do agregado Victor Luiz Epaminondas, que edificou sua primeira moradia em plena mata. Por essa época, de acordo com o desejo já expresso do Coronel João Cândido de Mello e Souza, proprietário da Fazenda, e por ele aceito, já pensava João de Mello Macedo (Fármaco e poeta de Tanabi), seu procurador, em escolher uma boa gleba de terras, para nela fundar um povoado, que viesse servir de recursos às populações esparsas na extensa região, compreendida entre Pedranópolis, Indianópolis (hoje Indiaporã), e Mira Estrela. E foi assim, que em 27 de outubro de 1946, foi erguido o Cruzeiro de Macedônia, lavrado pelo mestre Eliadário, onde o reverendíssimo Frei Meinrado, Vigário da Paróquia de Votuporanga, procedeu à benção do Cruzeiro e rezou a primeira Missa, que foi campal, junto ao Altar improvisado na clareira aberta na floresta, antiga Praça São Paulo, hoje Praça Dona Rachel Guach Macedo. E assim, surgiu a cidade de Macedônia, em terras doadas pelo Coronel João Cândido de Mello e Souza e sua Esposa, Maria Augusta de Azevedo Mello, idealizado e executado por João de Mello Macedo.

Macedo no centro

 

CRIAÇÃO DO DISTRITO

 

Em 24 de dezembro de 1948, através do Decreto-Lei Estadual nº 233, o povoado é elevado à categoria de Distrito, pertencente ao município de Fernandópolis.

CRIAÇÃO E EMANCIPAÇÃO DO MUNICÍPIO

Em 28 de fevereiro de 1964, o Distrito de Macedônia, através do Decreto Lei Estadual nº 8092, é elevado à categoria de Município, desmembrado do município de Fernandópolis. Sua instalação verificou se em 21 de março de 1965. O município está subordinado à comarca de Fernandópolis.

Os dois eventos de maior destaque do município são: Festa do Padroeiro da cidade, Santo Antônio, com início no final de maio, e com encerramento geralmente no dia 13 de junho, e Festa de aniversário do município, na semana que engloba o dia 27 de outubro. A rede hidrográfica pertence à bacia do Paraná, e os vários córregos e ribeirões que dirigem para o norte, desaguam no reservatório de Água Vermelha, formado pelo Rio Grande, um dos formadores do Rio Paraná.

Gentílico: Macedoniense

Galeria de prefeitos

Felício Luiz Pereira            21/03/1965 à 20/03/1969 e 31/01/1973 à 31/01/1977

Carlos Giacomini    21/03/1969 à 04/10/1969

Augusto Sartin       05/10/1969 à 21/03/1973

Luís Carlos Martins           01/02/1977 à 31/01/1983

Petronílio Plácido Princi  01/02/1983 à 31/12/1988

Ângelo Aparecido Giacomini     01/01/1989 à 31/12/1992 e 01/01/1997 à 31/12/2000

Moacyr José Marsola       01/01/1993 à 31/12/1996, 01/01/2001 à 31/12/2004 e 01/01/2005 à 31/12/2008

João do Carmo Freitas     01/01/2009 à 11/03/2010

Sebastião Antônio Villela            12/03/2010 à 31/12/2012

Lucilene cabreira Garcia Marsola         01/01/2013 à 31/12/2016 e 01/01/2017 à 31/12/2020

Obs.: o Sr. Felício Luiz Pereira, foi o primeiro prefeito de Macedônia.