Homem morre com Covid-19 na fila por vaga de UTI em Votuporanga

1528

Aparecido Domingos Marques, de 67 anos, deu entrada na UPA que foi transformada em “hospital de campanha”, ainda na segunda-feira (8), mas sem vaga de UTI-COVID acabou não resistindo e falecendo ontem (12).


Faleceu nesta sexta-feira (12), Aparecido Domingos Marques, aos 67 anos. Natural de Parisi/SP, residia na Rua Joaquim Inácio Nogueira, no bairro Pozzobon, em Votuporanga/SP.

O motorista é mais uma vítima fatal de complicações da COVID-19 em Votuporanga/SP; ele deu entrada na segunda-feira (8) na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) que foi transformada em “hospital de campanha”, após testar positivo para Coronavírus e com a piora do quadro aguardava transferência para um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), contudo, não resistiu e faleceu antes de ser transferido. 

De acordo com o apurado pelo Diário de Votuporanga, a solicitação de vaga de UTI foi feita ao sistema Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) do governo do Estado ainda no dia 9; já no dia seguinte, Aparecido precisou ser entubado. 

De acordo com a Secretaria da Saúde: “Todo atendimento foi devidamente prestado pela equipe médica, que monitora os pacientes que aguardam vaga, no entanto, o quadro do paciente se agravou e, infelizmente, evoluiu a óbito nesta sexta-feira”. 

Caso de Aparecido evidencia o colapso no sistema de saúde na região noroeste paulista, com um visível agravamento da pandemia nos últimos 15 dias. Mortes por falta de leitos de UTI-COVID também já foram registradas em Jales/SP, Fernandópolis/SP, Riolândia/SP, Nova Granada/SP, Tabapuã/SP, dentre outros municípios. 

Aparecido deixou a esposa Iraci e, os filhos: Vinicius, Cleber e Fabiana; além de demais familiares e amigos. 

Seu sepultamento ocorreu às 17h30, na sexta-feira, no Cemitério Municipal de Álvares Florence/SP.