Fliv capacita professores para incentivo à leitura

269

Palestra, minicurso e distribuição de livros fazem parte de uma ação sobre a importância da leitura na infância e o papel do professor.


Qual o papel da escola na formação de novos leitores? Como despertar nas crianças o interesse pelos livros? Estas são algumas das questões que o Fliv – Festival Literário de Votuporanga trouxe na noite desta terça-feira (5/10) para professores da rede municipal de ensino da cidade. Um público de 500 pessoas, parte presencial e parte on-line, acompanhou a palestra de Oliver Lima sobre o assunto, numa ação organizada pelo Ministério do Turismo, pela Lei de Incentivo à Cultura e Prefeitura, por meio das Secretarias de Educação e de Cultura.

O festival, que já é conhecido por sua intensa programação multicultural, investe agora também em formação dos professores para incentivar a leitura a partir de atividades dentro da sala de aula. Com o tema “A importância da leitura na infância e o papel do professor”, o especialista Oliver Lima coordenou o bate-papo com a participação dos Secretários de Educação, Marcelo Baptista e da Cultura, Janaína Silva.

“Este encontro estava previsto para 2020, mas foi adiado por conta da pandemia e agora conseguimos executá-lo. Por tudo isso, tem um significado muito grande e com certeza irá colaborar para motivar os profissionais neste retorno gradual das aulas presencias”, destacou Janaína.

O prefeito Jorge Seba, acompanhado da primeira-dama Rose Seba, esteve no encontro e elogiou a iniciativa. “Acredito muito na educação como fundamento para uma sociedade mais justa e com melhor qualidade de vida. O Fliv é um evento muito querido por todos nós e mostra o seu importante papel também voltado para a alfabetização”, disse.

O Secretário da Educação frisou que “quanto antes o hábito da leitura for introduzido na vida da criança, mais fácil de ser associada a uma atividade prazerosa. A escola tem um papel nesse sentido, assim como os pais. Os livros são a base para um cidadão mais crítico e consciente”. O vereador Thiago Gualberto representou a Câmara no encontro e elogiou a iniciativa.

Além da palestra com Oliver Lima, o evento contou com a presença do artista Álvaro Rovares, da Cia Entre Apas, que falou sobre sua experiência na conexão com as crianças ao longo de todas as edições do FLIV. A contadora de histórias Kiara Terra, de forma remota, participou do encontro e oferecerá vídeos aos professores com dicas e orientações sobre o tema.

Todos os participantes receberam o livreto “Sabedorias para Partilhar”, de Mário Sérgio Cortella, famoso filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário brasileiro.

Organização

O projeto de formação de professores é uma contrapartida da realização do FLIV 2019, aprovado pela Lei Rouanet. Seria realizado no início de 2020, mas foi adiado por conta da pandemia e agora acontece conforme liberação das autoridades sanitárias e seguindo todos os protocolos de prevenção à Covid-19.

A realização é do Ministério do Turismo, Lei de Incentivo à Cultura (Rouanet) por meio da Secretaria Especial da Cultura. A organização é da Prefeitura de Votuporanga, por meio das Secretarias de Cultura e Turismo e Secretaria da Educação.