Fernandopolenses seguem isoladas em Milão após pandemia

429

Duas fernandopolenses seguem isoladas na cidade de Milão, capital da Lombardia, na Itália, após pandemia do Coronavírus. Elas estão proibidas de saírem de casa e até podem ser multadas em 300 euros, cerca de R$ 1.600,00 reais, a não ser que tenham uma justificativa à polícia italiana.

O Comércio e algumas repartições públicas seguem fechadas, mantendo abertos somente mercados, fábricas para produção de gêneros alimentícios, farmácias e hospitais. A policia italiana intensificou hoje o monitoramento nas ruas.

Josiane Donelli, que recentemente saiu do Brasil e Cristina Franco, que estava no México, estão juntas no isolamento e passam bem. “Estou bem de saúde, graças a Deus. Cheguei aqui em Milão com uma gripe desde o dia 21 de fevereiro juntamente com a Cristina. Mas já estou melhor, me cuidando com vitamina C e outras vitaminas”, disse Josiane.

A saída às ruas é por apenas necessidade, já que existe um mercado a aproximadamente um quilômetro do local onde elas estão, sentindo os efeitos da falta de alimentos nas prateleiras e com a falta de alguns alimentos, como carnes. A medida das autoridades italianas deve ir até o próximo dia 3 de abril, podendo se estender por mais alguns dias, após um balanço da pandemia no país e em toda a Europa.

“Estamos respeitando esse Decreto, também cuidando da nossa saúde. Desde segunda-feira, a Itália está fechada para evitar uma maior propagação do Novo Coronavírus. Essa medida drástica é o melhor para todos nós! Precisamos ser pacientes e fortes nesse momento difícil. Desde quando saí do Brasil não imaginava tudo o que está acontecendo. Mas é momento de reflexão e de encontrar nosso verdadeiro “Eu”. Estou me sentindo num Reality, estilo #BBB confinada! Pense em quantas vezes muitas pessoas disseram: “Ah, eu teria feito isso, só se tivesse mais tempo em casa.” Agora as pessoas tem. Vamos tentar olhar para o lado positivo e manter-nos positivos, até que essa tempestade passe e o arco-íris volte. Todo meu Amor e Apoio vão para essa cidade que tenho orgulho de chamar da minha mais Nova Casa e também a toda Itália (sic)”, manifestou Josi ao site Região Noroeste.