Cidades do noroeste paulista suspendem aplicação da 2ª dose da CoronaVac por falta de vacina

218

Ao menos 13 cidades da região registraram falta de doses; em sete delas, além da falta da vacina, o intervalo de 28 dias entre as duas doses foi ultrapassado.


Cidades do noroeste suspenderam a aplicação da segunda dose da CoronaVac, vacina contra a Covid-19, por falta do imunizante. Ao menos 13 cidades da região registraram a falta de doses. Entre elas estão Ariranha/SP, Cardoso/SP, Cosmorama/SP, Jaci/SP, Nhandeara/SP e Guapiaçu/SP.

Em sete cidades, além da falta da vacina, o intervalo de 28 dias entre as duas doses foi ultrapassado. É o caso de Zacarias/SP, Santo Antônio do Aracanguá/SP, Buritama/SP, Bilac/SP, Lavínia/SP, Coroados/SP e Braúna/SP:

  • Zacarias: falta da segunda dose para moradores com 69 e 70 anos; dose deveria ter sido aplicada nos dias 29 e 30 de abril;
  • Santo Antônio do Aracanguá: falta da segunda dose para moradores com 69, 70 e 71 anos; dose deveria ter sido aplicada no dia 7 de maio;
  • Buritama: falta da segunda dose para moradores com 68 anos; dose deveria ter sido aplicada no dia 3 de maio;
  • Bilac: falta da segunda dose para moradores de 67 a 69 anos; dose para 67 anos deveria ter sido aplicada no dia 6 de maio, e para 68 e 69, no dia 18 de abril;
  • Braúna: falta da segunda dose para profissionais de educação e idosos de 73 e 74 anos; prazo foi expirado em 18 dias;
  • Lavínia: falta da segunda dose para moradores com 68 anos; dose deveria ter sido aplicada há dez dias;
  • Coroados: falta da segunda dose para profissionais da educação e idosos; dose deveria ter sido aplicada na segunda (10) e terça-feira (11).

Segundo apurado com um médico infectologista, a eficácia da vacina não é perdida quando a segunda dose é aplicada após o prazo de 28 dias. Contudo, a criação dos anticorpos contra o coronavírus pode ser menor se comparada a pessoas que receberam a dose dentro do prazo.

Os municípios informaram que aguardam o envio de novas remessas de doses pelo governo do estado.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, mais de 280 mil doses da vacina foram enviadas à região de Araçatuba desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19. As remessas são enviadas para cada município de acordo com dados estatísticos fornecidos pelo Ministério da Saúde.

A Secretaria Estadual de Saúde informou ainda que aguarda a chegada das doses para fazer a distribuição aos municípios.

O Ministério da Saúde informou que nesta terça-feira (11) estaria sendo realizada uma reunião para definir a quantidade de doses que seria enviada para cada município.

De acordo com o Ministério, a previsão é que as novas doses do imunizante sejam distribuídas ainda esta semana.

*Com informações do g1/TVTEM