Camerata Villa-Lobos emociona o público no Centro de Convenções

719

Encerramento da Semana da Música em Votuporanga contou com um brinde no saguão do teatro ao final do concerto.

Com uma boa dose de música erudita somada a uma generosa seleção de música popular em arranjos sinfônicos, a Camerata Villa-Lobos, formada pela iniciativa de um grupo de pessoas dos mais diversos segmentos que compartilham de um elemento em comum, a música, fez seu concerto de estreia no cenário musical de Votuporanga. Através dos sons de violinos, violas, violoncelos, contrabaixo, flautas, trompete e piano, o público pôde desfrutar de momentos de pura magia e música de alta qualidade, digna das grandes salas de concerto.

Abrindo a apresentação com as “Bachianas nº 5” (Ária ou Cantilena), a orquestra de câmara homenageou o compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, que este ano recebe, também, homenagens e tributos das principais orquestras do mundo em reconhecimento à sua obra.

O programa seguiu com obras de Beethoven, Bocherinni, Albinoni, Grieg, Camille Saint-Saëns, e no campo da música popular executou clássicos como “Por uma cabeza”, “El Condor pasa”, “Concertino para Contrabaixo” com variações  sobre a cantiga folclórica “Atirei o pau no gato” em arranjo sinfônico com solo do Profº Alex Massuia.

A música de encerramento não poderia ser melhor apropriada: “Brindisi”, da ópera La Traviata, de Giuseppe Verdi, momento de emoção para os integrantes da nova orquestra que fizeram um brinde simbólico, ainda no palco, em comemoração ao concerto de estreia.

Ao final da noite memorável veio o elemento surpresa, quando, já nas dependências do saguão do Teatro o público presente foi convidado a brindar juntamente com os músicos, e desta feita, um brinde de fato, com vinho e taças personalizadas com o logotipo da nova camerata.

A Camerata Villa-Lobos é uma iniciativa da recém-criada ACAV – Academia Cultural e Artística de Votuporanga.