Votuporanga promove 6ª edição virtual do projeto “Cultura em Casa”

572

O encontro gratuito acontecerá neste sábado (02/5) com filme documentário seguido de bate-papo ao vivo.

O Ponto MIS, projeto de formação e difusão cultural do Museu da Imagem e do Som do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com algumas Secretarias Municipais de Cultura, realiza a 6ª edição do projeto “Cultura em Casa” neste sábado (02/5), com a apresentação de mais uma sessão de cinema online seguida por conversa ao vivo no canal do MIS no YouTube, de forma gratuita.

Esta edição do bate-papo de cinema traz a exibição online do documentário “Vou rifar meu coração” (Dir. Ana Rieper, Brasil, 2011), às 16h. E, às 18h, o bate-papo ao vivo com o público no Canal do museu no Youtube, mediado por Bruno Cucio (produtor e professor de cinema), com a participação especial de Ana Rieper, diretora do filme, e de Leandro Afonso (professor, pesquisador, crítico e cineasta).

Essa ação integra a campanha “Cultura em Casa”, da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. A parceria do Museu da Imagem e do Som (MIS/SP) com a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo, existe desde dezembro de 2016, quando da inauguração do Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali”, por meio da exibição de filmes e oficinas audiovisuais.

As inscrições para o encontro serão abertas nesta quinta-feira (30/4), por meio do site do MIS. O link para o filme dessa semana será encaminhado para os e-mails cadastrados 1 hora antes do horário de exibição. O filme possui quantidade limitada para 100 inscritos (pelo site Vimeo) e a classificação indicativa é 12 anos. O bate-papo é aberto a todo público, basta acessar o canal do Youtube do MIS.

As inscrições para o filme podem ser realizadas através do link: encurtador.com.br/oCU16

Sobre o #MISEMCASA

A campanha #MISEMCASA traz conteúdos em diferentes formatos em todas as plataformas digitais do MIS. A ação é promovida em conjunto com o #Culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por conta da orientação do Centro de Contingência do Covid-19, que determinou que os equipamentos culturais do Governo do Estado de São Paulo tenham o seu funcionamento suspenso.