Sueli Friósi denuncia vandalismo e sexo em cemitério de Votuporanga

338
Sueli Friósi denuncia vandalismo e sexo em cemitério de Votuporanga – Foto: Reprodução

A vereadora explanou o assunto na tribuna da Câmara Municipal e pediu a instalação de câmeras de vigilância no local.


A vereadora Sueli Friósi (PP) utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Votuporanga/SP, na 17ª sessão ordinária desta segunda-feira (13.mai), para denunciar crimes, como furto e vandalismo, e até sexo explícito no Cemitério Municipal “Petronilo Gonçalves da Silva”. 

De acordo com a vereadora, há relatos de furtos em túmulos, principalmente de materiais ferrosos e de bronze, uso de drogas e práticas religiosas não convencionais: “As pessoas podem estar achando que essa vereadora é louca por pedir câmeras de segurança no cemitério, mas estão acontecendo muitas coisas no nosso cemitério. Vandalismo, atos sexuais, prostituição, uso de drogas, entre outras coisas. É inadmissível uma situação dessas”, afirmou Sueli Friósi. 

A parlamentar prosseguiu no discurso e pontuou que já se tornou comum os funcionários do Cemitério encontrarem camisinhas espalhadas em meio aos túmulos: “Se estão roubando cabos de energia para comprar drogas, imagina com cruzes e santos de cobre, que são muito mais pesados. Além disso, os funcionários estão encontrando camisinhas no cemitério, é até difícil de acreditar que uma pessoa saia da sua casa e pule o muro do cemitério para fazer sexo, mas está acontecendo.” 

O pedido de Sueli Friósi, no tocante a instalação de câmeras de vigilância para tentar coibir os crimes, além de práticas ilegais, será encaminhado à Prefeitura que irá analisar, se acata ou descarta a medida.