Sede em 2024, EUA são favoritos a receberem Copa América de 2028 

731
Copa América 2024: Atlanta recebe abertura, e Miami é palco da final. País pode receber edição de 2028 também — Foto: Reprodução/Conmebol

País, que também receberá Copa do Mundo de 2026, pode organizar duas edições seguidas da competição da Conmebol.


Depois de organizar a Copa América de 2024, que começa no mês que vem, os EUA são os favoritos a receberem também a edição de 2028 do torneio. Não há um prazo estabelecido para a decisão oficial ser tomada sobre a sede da próxima Copa América, mas este é o cenário mais provável.

Segundo apurado com fontes de países sul-americanos, existe um contrato que prevê a organização de duas edições da competição nos Estados Unidos. A primeira será em junho e julho de 2024. A realização da seguinte depende de uma avaliação a ser feita a partir dos resultados da primeira.

Mas, antes mesmo de a Copa América de 2024 começar, dirigentes das duas confederações já consideram o torneio um sucesso do ponto de vista comercial, da venda de direitos de transmissão e da procura por ingressos. A arrecadação será muito maior nos EUA do que em qualquer país da América do Sul.

Do ponto de vista esportivo, o torneio também é entendido como atraente para as duas confederações continentais envolvidas.

Para a Conmebol, a aliança com a Concacaf permite que a Copa América tenha um número mais apropriado de participantes (16, em vez de 10) e duelos contra rivais de outras confederações – já que os times da América do Sul se enfrentam rotineiramente pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. 

Para as principais seleções da Concacaf (EUA, México, Canadá, Costa Rica, as quatro que estiveram no Catar em 2022), a Copa América significa uma boa oportunidade de enfrentar rivais de peso em torneios oficiais. 

Nesta quinta-feira, na véspera do Congresso da Fifa, dirigentes da Conmebol vão se reunir em Bangkok, na Tailândia, para discutir se cada país poderá levar 23 ou 26 jogadores para a Copa América de 2024. O técnico Dorival Júnior já convocou a seleção com 23 nomes – e vai divulgar mais três jogadores caso a Conmebol permita a ampliação da lista. 

*Com informações do ge