Polícia Militar Ambiental e Ministério Público divulgam resultados da Operação Huracán II 

194

As ações conjuntas seguirão durante todo período de estiagem até o mês de outubro.


Realizada nos dias 21, 22 e 23 de junho, a operação foi desencadeada pela Polícia Militar Ambiental e Ministério Público de São Paulo em todo o Estado e contou com o emprego de 1.200 policiais militares e Promotores de Justiça do GAEMA.

Na segunda fase da operação, as ações se concentraram na refiscalização dos alvos da Huracán I, com a vistoria da manutenção ou adequação à legislação vigente das áreas irregulares, também com o objetivo de orientar os proprietários rurais quanto às medidas de prevenção aos incêndios. 

A prevenção dos focos de incêndio beneficia a flora, a fauna e principalmente as populações que poderiam ter a saúde afetada com as queimadas, além do Meio Ambiente. 

Ao todo foram vistoriadas 795 propriedades rurais, cujos responsáveis receberam orientações quanto às medidas de prevenção, como a manutenção dos aceiros nos canaviais e os planos de prevenção contra incêndio. 

Foram percorridos 10,1 mil quilômetros de aceiros e 10,6 quilômetros de margens de rodovias e zonas de amortecimento de unidades de conservação.  

As ações conjuntas seguirão durante todo período de estiagem até o mês de outubro.