Ocupação de leitos de UTI para Covid-19 chega a 100% na Santa Casa de Votuporanga 

1117

Nesta segunda-feira, a taxa de ocupação dos leitos de Enfermaria exclusivos para atendimento do Coronavírus chegou a 80%.


Na batalha pela vida, os números de infectados pelo novo Coronavírus não param de aumentar em toda região noroeste paulista, assim como em Votuporanga/SP. De acordo com o boletim divulgado pela Prefeitura no último sábado (9), município contabilizava 7.096 casos positivos para Covid-19 e, 126 mortes confirmadas. 

Umas das principais aliadas dos acometidos pela doença é a Santa Casa, um centro médico que se tornou referência no enfrentamento a pandemia, mas que vêm atingindo taxas de ocupação preocupantes. 

Nesta segunda-feira (11), de acordo com informações do hospital, a taxa de ocupação da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) era de 100%; já na Enfermaria, a taxa também é alta e atinge 80% da capacidade. Ambos os casos refletem ocupação específica para atendimento da Covid-19. 

Ainda segundo o hospital, as UTIs para Covid-19 comportam 10 leitos, sendo 8 destinados para o SUS (Sistema Único de Saúde). A Enfermaria para Covid-19 dispõe de 25 leitos, sendo 17 para o SUS. 

O centro médico ainda explicou que “desde o dia 30/12, a Santa Casa encontra-se com 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) COVID-19 por falta de médicos para assumir a escalada da nossa 2ª UTI exclusiva para tratamento, com mais 8 vagas. A Instituição está com edital aberto para a contratação destes profissionais, com ampla divulgação nas redes sociais e veículos de comunicação. Vale ressaltar que este cenário não é exclusivo da Santa Casa de Votuporanga, mas nacional”. 

Fase Amarela do plano estadual

Região de Votuporanga/SP foi mantida na fase laranja do plano de flexibilização econômica da quarentena após reclassificação do Governo de São Paulo que entrou em vigência nesta segunda-feira (11). 

Na oportunidade, o governo do Estado endureceu a possibilidade de progressão de qualquer região novamente à fase verde, que permite a maioria das atividades não essenciais com menos restrições de horário e público. Cada região passa a precisar alcançar 30 internações por 100 mil habitantes e três mortes por cem mil habitantes nos últimos 14 dias, além de passar 28 dias seguidos na fase amarela antes de avançar. 

Segundo o Centro de Contingência, os critérios de saúde na fase laranja também ficam mais rígidos. O limite máximo da taxa de ocupação de leitos de UTI para covid-19 passa de 75% para 70% em cada região. Também há mudanças nos indicadores de variação para casos, mortes e internações, com parâmetros para todas as fases do Plano São Paulo. Se a ocupação de UTIs superar 80%, poderá haver recuo para a fase vermelha, com fechamento de atividades. 

Como fica a Fase Amarela 

  • A capacidade máxima passa a ser limitada a 40% de ocupação para todos os setores. Antes, o percentual variava por setor: academias podiam operar com apenas 30% da ocupação, por exemplo. 
  • O atendimento presencial ao público pode ser feito apenas até as 22h, em todos os setores, exceto no setor de bares, que pode funcionar até as 20h. 
  • O horário de funcionamento passa a ser limitado a 10 horas por dia para todos os setores. Antes, o horário variava por setor.