Fliv terá mesas de bate-papo com nomes conhecidos da literatura

372

Os encontros serão promovidos todos os dias durante a programação da 11ª edição do evento on-line.


O Festival Literário de Votuporanga começa nesta quinta-feira (5/8) e contará com 10 mesas de bate-papo. Grandes nomes da literatura, música e arte terão suas obras discutidas por convidados, como a cantora Fabiana Cozza, o compositor Lirinha, a poeta Lívia Natalia, as escritoras Julie Dorrico e Cidinha da Silva e a atriz Fabiana Karla. A mediação será realizada pela curadora literária Ludmilla Lis.

O primeiro encontro será na quinta-feira (5/8), às 19h45, com Livia Natália e Fernanda Felisberto. A ideia principal é trazermos dois autores para dialogar sobre os “rumos” da Literatura Brasileira. Trazendo escritores negros para conversar, essa mesa promete também fazer refletir e naturalizar a presença de pessoas nos espaços de conhecimento, como críticos, intelectuais e pensadores.

Na sexta-feira (6/8), a partir das 19h30, será a vez do bate-papo com as escritoras Julie Dorrico e Ellen Lima. O encontro tem como título o fragmento do poema Vozes-Mulheres, da homenageada Conceição Evaristo e propõe um diálogo entre os saberes dos povos originários e afrodescendentes. A ideia é refletir o presente-passado-futuro, tempos não lineares para esses povos, e as influências de suas escritas para a construção de um mundo plural.

O bate-papo de sábado “Palavra: esporte clube poesia” será com os poetas Lucas Afonso e Luz Ribeiro, com mediação de Rodrigo Ciríaco. Neste encontro, às 15h, os convidados, slammers e atletas da palavra compartilharão suas vivências, reflexões e produções sobre essa arte passional: a poesia.

Também às 15h, o bate-papo “Por um cinema popular: Leon Hirszman, política e resistência” será com o professor Reinaldo Cardenuto, com mediação de Lucas Bandos. Tomando como ponto de partida os estudos do autor sobre a obra do cineasta brasileiro Leon Hirszman (1937-1987), o bate-papo pretende abordar as relações entre cinema e política durante a ditadura civil-militar, além de discutir a importância da resistência cultural, em sua pluralidade, nos dias de hoje.

Em seguida, às 16h, será realizada a mesa “Outros olhares literário”, que tem como homenageada Laerte Coutinho. O encontro com as escritoras Cidinha da Silva e Natália Polesso, com mediação de Ludmilla Lis, comemora a escrita universal, inclusiva e diversa. A proposta é que as convidadas tragam suas opiniões sobre a literatura homoafetiva. Será um diálogo pautado na construção das imagens dos LGBTQIA+.

O último bate-papo de sábado, às 19h, será com o criador da Comic Con Ivan Costa e com o convidado Aleph Eichemberg, com mediação de Marco Prado. A proposta do encontro é fazer uma análise da cultura pop.

No último dia do evento on-line, serão quatro encontros. O primeiro, às 10h, será sobre “O protagonismo do interior paulista no hip hop brasileiro”, com os artistas Edgard Andreatta, Wanderson Sereni e Emerson Sereni, com mediação de Harlen Felix.

Já às 14h, escritores locais conversarão sobre suas obras, desafios e paixões que envolvem a literatura, com mediação de Reynaldo Damazio.

Em seguida, às 16h, a mesa que homenageará Elza Soares será sobre “Nossos livros são discos”, com Fabiana Cozza e Lirinha e mediação de Ludmilla Lis. A ideia é trazer um diálogo rimado, um repente, um samba, um rap entre os convidados.

Finalizando, a atriz global Fabiana Karla conversará com o público às 18h sobre “Representação e representatividade para além da telinha”. Em entrevista ao vivo mediada pelo jornalista Harlen Felix, a atriz refletirá sobre questões pertinentes da atualidade, revelando o político presente nas artes.

Para ficar por dentro de todas as novidades do festival, inscreva-se no canal Youtube.com/flivvotuporanga e siga as redes sociais @flivotuporanga. O Festival será transmitido na íntegra pela plataforma do Governo do Estado de São Paulo #CulturaEmCasa, que lançou neste mês um aplicativo, já disponível nas lojas Apple Store e Google Play para Iphone e Android, para facilitar o acesso à cultura na palma da mão.

Realização

A 11ª edição do Festival Literário de Votuporanga será realizada pela Prefeitura de Votuporanga juntamente com o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Os apoiadores são: Organização Social Amigos da Arte, Poiesis Instituto de Apoio à Cultura e a Literatura, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu da Imagem Som e Museu Casa das Rosas. Patrocinadores: Facchini, Starb, Unifev, Cantoia e Figueiredo, Astra Turismo e Flash Net Brasil. Promoção: TV TEM.