DRS de Rio Preto bate recorde na ocupação de leitos de UTI Covid

172

DRS apresenta 83,7% de ocupação dos leitos, maior índice registrado desde o início da pandemia.


O Departamento Regional de Saúde (DRS) de São José do Rio Preto/SP bateu recorde na ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com a Covid-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, o DRS apresenta 83,7% de ocupação dos leitos, maior índice registrado desde o início da pandemia. 

O departamento de Rio Preto compreende 102 municípios, com uma população de 1,57 milhão de pessoas. A região oferece cerca de 400 leitos de UTI Covid. 

Em Rio Preto, a ocupação das UTIs é maior de 90%, sendo 120 dos 133 leitos ocupados no Hospital de Base, que atende pacientes do município e outras 100 cidades da região. 

Já na Santa Casa o atendimento é exclusivo aos moradores do município e está com 46 dos 48 leitos ocupados, que representa 96%. 

Em Votuporanga/SP, na quarta-feira, a taxa de ocupação de UTI na Santa Casa continuava registrando 100%; já os leitos de enfermaria 70% de uso. 

Região na fase vermelha 

Diante do agravamento dos casos de coronavírus e da alta taxa de ocupação de leitos para pacientes com a Covid-19, o Governo de SP regrediu as cidades do noroeste paulista para a fase vermelha do Plano SP. 

A mudança passa a valer a partir da meia-noite de sábado (6). O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB), durante uma coletiva de imprensa realizada no início da tarde desta quarta-feira (3). 

A fase vermelha é a mais restritiva do Plano SP e autoriza apenas o funcionamento de serviços essenciais, como farmácias, supermercados e postos de combustíveis. 

Shoppings, galerias, comércios de rua, salões de beleza, barbearias e academias devem paralisar as atividades. Eventos, convenções e demais serviços que gerem aglomeração também não são permitidos. 

Na atual configuração do Plano SP, as escolas podem continuar recebendo alunos, com o limite máximo de 35% da capacidade. 

Serviços essenciais que podem funcionar na fase vermelha: 

  • Farmácias 
  • Mercados 
  • Padarias 
  • Açougues 
  • Postos de combustíveis 
  • Lavanderias 
  • Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô 
  • Transportadoras, oficinas de veículos 
  • Atividades religiosas 
  • Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria 
  • Bancos 
  • Pet shops 
  • Serviços de delivery ou entregas 

*Com informações do g1