Dia Mundial da Prematuridade: HCM promove IV Encontro de Prematuros com objetivo de troca de vivências e aprendizados entre os pais

718
HCM promove IV Encontro de Prematuros com objetivo de troca de vivências e aprendizados entre os pais - Foto: Reprodução

HCM de Rio Preto tem a maior UTI Neonatal do interior paulista e a 3ª maior do Estado.


Hoje, dia 17 de novembro, é celebrado o Dia Mundial da Prematuridade. A data foi criada com o intuito de abordar com as gestantes sobre como prevenir os partos prematuros e informar sobre as consequências do nascimento antecipado para o bebê e para a família.

Pensando na data e com objetivo de alertar os pais sobre os cuidados com os bebês, o HCM convidou mães que tiveram filhos prematuros para trocar experiências com os pais de primeira viagem, para que entendam como devem ser os cuidados, além de serem importante rede de apoio.

A Dra. Marciali Gonçalves, média pediatra e neonatologista do HCM, além de uma das fundadoras do serviço no HCM destaca os avanços no cuidado com os prematuros ao longo de todos esses anos. “É um desafio muito grande cuidar de crianças cada vez menores. Antigamente elas não sobreviviam e atualmente, com os avanços na medicina, elas vivem. Por isso, nosso objetivo é fazer com que a gente cuide cada vez melhor para dar uma melhor qualidade de vida para esses bebês. Para isso, nossa equipe multidisciplinar procura estabelecer um ambiente cada vez mais adequado para esses bebês e com profissionais dedicados aos estudos e sempre atualizados”, ressalta Dra. Marciali.

E como exemplo de cuidadora de um prematuro, Bianca Souza, colaboradora do HCM participou do encontro dando seu depoimento e falou do aprendizado que teve durante a internação. “Meu filho Vicente nasceu de 29 semanas. Foi muito difícil, ficava muito ansiosa, mais do que o normal. A gente sabe o quão é delicado ser mãe de um prematuro, por isso, acho muito importante essa divulgação do hospital, principalmente porque quando meu filho nasceu não tínhamos tanta informação quanto temos hoje. A gente não sabia como ia ser o desfecho, como seria o desenvolvimento da criança e hoje ele está aqui, com cinco anos, saudável, brincando, correndo igual qualquer outra criança”, disse Bianca.

A Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP) estima que no Brasil, por ano, mais de 340 mil bebês nascem prematuros. No Hospital da Criança e Maternidade (HCM), de Rio Preto, nos últimos quatro anos foram realizados 3.558 partos prematuros.

São considerados prematuros, os bebês que nascem antes da gestação completar 37 semanas. Os recém-nascidos prematuros são classificados em três níveis: prematuro extremo (menores de 27 semanas), prematuros moderados (entre 28 e 31 semanas) e leves (entre 32 e 36 semanas).