Banda Zequinha de Abreu realiza apresentação no Sest/Senat

467
Apresentação foi conduzida maestro Horácio dos Santos Jr. (Tuca)
O espaço foi previamente preparado para receber plateia e seguiu todas as normas dos órgão de saúde

 

Alan Giuseppe Cunha diretor do Sest/ Senat aqui no município

 

Andrea Anciães

O espetáculo realizado na noite da última quinta-feira (26/11), no auditório do Sest/ Senat em Votuporanga, foi conduzido pelo maestro Horácio dos Santos Jr. (Tuca) regente da banda, que junto com seus 35 músicos dentre eles duas cantoras talentosas Edilaine e Lucimar, interpretaram flashbacks consagrados dos anos 80, um repertório que agradou à todos que compareceram para prestigiar a apresentação.

O maestro rege a banda desde 1988 e contou que desde o início da pandemia já realizaram 26 lives, todas temáticas.

A apresentação teve início às 20h30, com um repertório repleto de hits como:

“I do I do I do”( Abba); “What a feeling” ( Flash dance 1983); “Dancing Queen” (Abba); “I Will Survive” (Gloria Gaynor) entre outros flashbacks dos anos 80.

Até o final do ano, a banda Zequinha de Abreu realizará mais 7 lives temáticas todas serão transmitidas pelo canal do YouTube “Associação Zequinha de Abreu” e pela página da banda no Facebook, todas as lives terão início às 20h30, informou.

A próxima live acontece neste domingo  no mesmo horário das anteriores com um repertório  somente de músicas sertanejas também pelo canal da banda no YouTube e Pelo Facebook.

Para o maestro Tuca, a Banda pode cumprir papel fundamental na formação de músicos e de público, ele ressaltou ainda a importância da educação da música nas escolas.

Com simplicidade e a sabedoria testada pela boa experiência o maestro contou que as lives realizadas durante a pandemia foram um aprendizado para ele e todos os integrantes da banda, disse ainda que “a música vem da alma, de berço, mas também pode ser desenvolvida pelo estudo, a vontade e a dedicação são imprescindíveis para que a música aconteça”, finalizou o maestro.

“Atividades culturais como teatros e apresentações musicais possuem o objetivo de democratizar, ampliar o acesso a cultura, garantindo a pluralidade para ajudar a difundir uma sociedade mais ampla de conhecimento e também a opção de lazer” afirmou Alan Giuseppe Cunha que é diretor do Sest/ Senat aqui no município.