Academias agradecem vereadores e explicam atividade física como essencial

198

De acordo com o grupo, pesquisas justificam a prática de atividade, acompanhada por um educador físico, como essencial para qualidade de vida.


Exercícios físicos acompanhados por profissionais são decisivos para a manutenção da saúde e podem colaborar, significativamente, para a qualidade de vida neste momento da pandemia. Com base nestes argumentos é que donos de academias e clubes esportivos de Votuporanga comemoram o reconhecimento do segmento como atividade essencial pela Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira (5), quando os parlamentares apreciaram o projeto apresentado pelo vereador Serginho da Farmácia (PSDB) e aprovaram por unanimidade.

Uma comissão formada por representantes do setor apresentou à imprensa pesquisas que justificam o projeto e afirma que é possível oferecer o atendimento seguindo todas as recomendações de prevenção à Covid-19.  

O representante do grupo, Luiz Augusto da Silva Garcia, o Xaninho, há anos reconhecido pelo seu trabalho frente ao esporte no município, destaca que todos os educadores físicos estão totalmente cientes das normas que devem ser cumpridas e que o estilo de vida sedentário precisa ser combatido, porque é extremamente prejudicial. “No Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, quase 50% da população é considerada obesa ou está em sobrepeso. Quanto maior o percentual de gordura maiores serão as chances do indivíduo se tornar grupo de risco. Isso sem contar que o exercício físico funciona como terapia para combater as consequências mentais e físicas da quarentena da Covid-19”, explica. 

A Unesco, Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura defende que a Educação Física de qualidade pode e deve ser uma ferramenta poderosa na proteção da saúde durante a pandemia. De acordo com estudo recente realizado por cardiologistas do Instituto Cardiovascular do Hospital Clínica San Carlos de Madri, a atividade física aumenta em até oito vezes as chances de sobrevivência em comparação com pessoas sedentárias. “A inatividade física pode ser considerada uma pandemia paralela, contribuindo para a morte prematura de cinco milhões de pessoas por ano”, afirma o artigo da Unesco. 

Xaninho ressalta que “as atividades precisam ser devidamente acompanhadas por um profissional. As aulas on-line colaboram, mas sabemos que não são tão motivadoras como as presenciais e que o aluno precisa do educador diariamente para melhorar suas condições de resistência, equilíbrio, coordenação e de treinamento de mobilidade. É preciso também lembrar sobre a importância do ambiente com aparelhos adequados e seguros às práticas”. 

O grupo apresenta ainda um estudo da Federação Mundial de Obesidade dizendo que o risco de morte por Covid-19 é cerca de 10 vezes maior em países onde a maioria da população está acima do peso. Pesquisadores examinaram dados de mortalidade da Universidade Johns Hopkins (JHU) e da Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a pesquisa, das 2,5 milhões de mortes por Covid-19 relatadas até o final de fevereiro, 2,2 milhões (88%) ocorreram em países onde mais da metade da população é obesa. Essa relação permaneceu mesmo após o ajuste por idade e riqueza nacional. 

Em países com menos de 40% da população com excesso de peso, a taxa de mortalidade pela doença era baixa e não passava de 10 mortes por 100 mil pessoas. Porém, quando mais de 50% da população estava acima do peso, essa mesma taxa era muito mais alta: mais de 100 a cada 100 mil. 

No material da Unesco existe uma distinção entre Educação Física e Educação Física de qualidade. Enquanto a primeira se limita aos aspectos do corpo e movimento, a segunda enxerga nas atividades físicas uma forma de desenvolver não só a saúde, mas também as habilidades sociais e emocionais. 

O grupo de academias e clubes esportivos de Votuporanga agradeceu e parabenizou o presidente da Câmara, Serginho da Farmácia e a todos os demais vereadores por terem se solidarizado com a causa e compreendido a importância de a atividade ser classificada como essencial. O texto agora segue para análise e sanção do prefeito Jorge Seba. Caso admitido, as academias e clubes esportivos poderão atender presencialmente aos alunos como atividade essencial e seguindo todas as recomendações de saúde. 

Dia Mundial da Atividade Física  

Nesta terça-feira (6), é comemorado o Dia Mundial da Atividade Física e neste dia 7 de abril é comemorado o Dia Mundial da Saúde, datas importantes que nos fazem lembrar sobre a importância de incentivar e apoiar práticas esportivas.